600 vagas de emprego abertas para trabalhar na colheita de arroz e soja na Região Central - Diário de Santa Maria

Agronegócio14/02/2017 | 10h34Atualizada em 14/02/2017 | 11h18

600 vagas de emprego abertas para trabalhar na colheita de arroz e soja na Região Central

A previsão é superar 180 mil toneladas produzidas entre o cereal e o grão em Santa Maria 

600 vagas de emprego abertas para trabalhar na colheita de arroz e soja na Região Central Arte Paulo Chagas/
Foto: Arte Paulo Chagas

As cooperativas da Região Central estão se preparando para as colheitas do arroz e da soja, que começam entre o fim deste mês e o início do próximo. Só Santa Maria tem previsão de superar a marca 180 mil toneladas produzidas entre o cereal e o grão. Por causa disso, será necessária mão de obra que dê conta dessa quantidade. É aí que entram os safristas e a oferta de vagas de emprego para esses profissionais. Conforme levantamento feito pelo Diário, são até 600 vagas de emprego abertas em 19 cidades para quem estiver disponível para trabalhar nas safras (veja no quadro). Os salários variam de R$ 1.040 até R$ 1.180. E a tendência, desde o ano passado, é que o agronegócio continue positivo no saldo de empregos.

Região é destaque na produção de olivas 

Conforme a Fundação de Economia e Estatística (FEE), foram criados mais de 1,7 mil postos formais de trabalho no agronegócio gaúcho em 2016, representando aumento de 0,6% no estoque de empregos do setor. Em 2015, o saldo foi negativo quando mais de quatro mil postos de trabalho foram perdidos.

Na Cotrisel
Uma das cooperativas que mais oferta vagas é a Cooperativa Tritícola Sepeense (Cotrisel), que já está em fase de seleção e pretende preencher até 150 vagas nas cidades de Formigueiro, Restinga Seca, São Sepé e Vila Nova do Sul. Conforme o presidente da Cotrisel, José Paulo Kraemer Salerno, não é necessário ter experiência na área, mas prefere que haja, pois se trata de um trabalho pesado.

– Os safristas vão trabalhar nas unidades da cooperativa, mas é uma atividade cansativa, braçal mesmo, que exige resistência. Eles trabalham duro – explica Salerno.

Software criado na UFSM ajudará agricultor na previsão da produtividade de arroz

O setor de Recursos Humanos da Cooperativa Tritícola Caçapavana (Cotrisul), de Caçapava do Sul, pretende começar a colheita no fim de fevereiro, e ela deve se estender até abril. A cooperativa prioriza trabalhadores que residam na cidade justamente por estes dois motivos: o trabalho é pesado e se estende um período limitado.

Esses fatores levaram a Cooperativa Agrícola de Tupanciretã (Agropan) a definir experiência anterior como um pré-requisito. É a cooperativa com o maior número de vagas abertas (230), já que tem 14 unidades em Tupanciretã, em Joia e Santiago. A ênfase é na colheita de soja, mas já pretende atualizar o banco de dados para facilitar a seleção para as futuras colheitas: de cevada e trigo.

O regime de trabalho vai de 6 horas até 8 horas diárias por cinco a seis dias semanais. Por se tratarem de vagas temporárias, a previsão é que os safristas recebam até três salários, com possibilidade de efetivação no cargo.

Trabalho rural
Conforme a advogada trabalhista Jeane Turok, o contrato com safristas geralmente é feito com período de vigência pré-fixado.

Empresa de energia solar vai contratar 20 funcionários e já tem 34 franquias no Estado

– O trabalho rural possui características próprias, como próprias são as relações que se dão entre empregador e empregado. A legislação estabelece que contrato por safra é aquele cuja duração depende de variações estacionais das atividades agrárias, sendo as tarefas normalmente executadas no período entre o preparo do solo para o cultivo e a colheita – explica.

As cooperativas anunciaram vagas tanto por agências da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) dentro do Sistema Nacional de Emprego (Sine) quanto junto às cooperativas.

Foto: Arte Paulo Chagas
 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @atmichelli: Pai de vítima da Kiss será julgado por calúnia nesta segunda em Porto Alegre https://t.co/rRfY7MGEMM @diariosmhá 17 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRSC-287 ficará bloqueada para veículos de carga nesta terça https://t.co/u2OTG7fc4O https://t.co/aNv2FBH9Y5há 17 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros