Vereador assume chefia do Executivo Municipal após impedimento de prefeito eleito - Diário de Santa Maria

São Vicente do Sul02/01/2017 | 16h11Atualizada em 02/01/2017 | 16h11

Vereador assume chefia do Executivo Municipal após impedimento de prefeito eleito

Parlamentar mais votado para a Câmara deve ficar no cargo até 12 de março, quando será realizada nova eleição

Os eleitores do município de São Vicente do Sul, na Região Central, vão vivenciar uma novidade em 2017. Eles escolherão, pelo segundo ano consecutivo, quem será o prefeito da cidade. Jorge Valdeni Martins (PTB), que havia sido eleito com 2.841 votos em outubro do ano passado, apenas 33 votos a mais que o seu concorrente, Fernando Pahim (PP), teve a sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. Com a impossibilidade de Martins assumir, o vereador e presidente do Legislativo, José Luiz Cogo Carvalho, o Gordo, também do PTB, virou prefeito provisório da cidade.

Sete municípios do RS não terão posse de prefeito neste domingo

O parlamentar, que vai para o seu terceiro mandato, também foi o mais votado, com 506 votos. Ele teve o apoio de todos os outros oito vereadores para assumir a presidência do Casa e deve ficar à frente do Executivo Municipal até o dia 12 de março, quando deve ser realizado um novo pleito. Segundo Carvalho, o seu governo será de unidade, e todos os partidos representados na Câmara ocuparão cargos.

Pozzobom dá a largada no comando da prefeitura de Santa Maria 

– É um desafio. Era uma coisa que não estava preparado. Sempre me preparei para ser vereador. Já recebi vários convites para ser candidato a prefeito, mas nunca aceitei. Agora surgiu esse desafio. Mas montei uma equipe pensando no município – afirma Carvalho.

Pozzobom elenca as prioridades para a saúde ao longo de 2017

Ele ainda diz que recebeu o convite do partido para ser o candidato a prefeito no novo pleito. O vereador diz que "não descarta, mas a chance é pouca".

Pozzobom em dose dupla na política de Santa Maria 

Por outro lado, o prefeito eleito no último pleito, Jorge Valdeni Martins, diz que ainda tem esperança de assumir o Executivo Municipal. Ele recorreu da decisão, e o processo segue tramitando no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

– Os meus advogados estão buscando para que eu assuma antes das eleições de março. Vamos reverter essa decisão – afirma Martins.

O calendário eleitoral excepcional será publicado pelo Tribunal Regional Eleitoral em 10 de janeiro. As convenções para escolha dos prefeituráveis devem ser realizadas entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro. As candidaturas serão registradas em 6 de fevereiro. No dia seguinte, pode começar a propaganda política, mas que haverá horário eleitoral no rádio e TV. Além de São Vicente do Sul, outros cinco municípios gaúchos também terão novas eleições em março.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMOs Tribalistas vão muito além de 'Já sei namorar', por @luciopm https://t.co/NiNPnHaQqZ https://t.co/1EToCEiXuThá 8 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMOPINIÃO: Jeitinho brasileiro https://t.co/HTjS505MOm https://t.co/BovGwPdTtghá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros