Há um ano, aeronave do mesmo modelo usado por Teori também caiu em Paraty - Diário de Santa Maria

Acidente aéreo20/01/2017 | 16h05Atualizada em 20/01/2017 | 16h05

Há um ano, aeronave do mesmo modelo usado por Teori também caiu em Paraty

O acidente ocorreu a menos de 15 quilômetros de distância do local onde foram encontrados os destroços da aeronave usada por ministro do STF

Zero Hora
Zero Hora

Um ano atrás, a cidade de Paraty também foi cenário de uma tragédia envolvendo uma aeronave Beechcraft King Air 90, mesmo modelo que transportava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki e outros quatro passageiros e que caiu na quinta-feira próximo à Ilha Rasa, na Costa Verde do Rio de Janeiro.

A queda do avião ocorreu na tarde de 3 de janeiro de 2016 em uma região de mata no bairro Corumbé e matou os dois tripulantes a bordo. O acidente ocorreu a menos de 15 quilômetros de distância do local onde foram encontrados os destroços da aeronave usada por Teori.  O bimotor pertencia ao Grupo Shibata, dono de uma rede de supermercados com lojas no Alto Tietê, Vale do Paraíba e litoral de São Paulo. Não havia ninguém da família no avião, que tinha sido emprestado.

Leia mais:
Moraes deve acompanhar Temer no velório de Teori em Porto Alegre
Buscas a vítimas de acidente aéreo em Paraty são retomadas
PF abre inquérito para investigar acidente que matou ministro do STF

Outras semelhanças são o ponto de partida das duas aeronaves e o horário das tragédias. Ambas partiram do Campo de Marte, em São Paulo, no início da tarde e caíram menos de uma hora depois, poucos minutos antes da aterrissagem. Um ano atrás, a decolagem ocorreu às 13h34min e a queda próximo das 14h. O avião que transportava o ministro do STF partiu às 13h01min e caiu também por volta das 14h.

Como a região de mata é de difícil acesso, foram necessários em 2016 dois dias de buscas para que Bombeiros e Força Aérea encontrassem os destroços da aeronave e removessem os corpos.

— Eu estava sentado no bar da minha cunhada, quando vi o avião vindo no sentido ao mar. Ele fez a volta para ir na direção de Angra, aí perdeu altura e passou baixinho, perto do morro, e não vi mais ele. Quando cheguei em casa, fiquei sabendo que o avião tinha caído — contou o pescador Júlio César Martins ao site G1 à época do acidente.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Inter-SM pode garantir vaga à próxima fase da Divisão de Acesso já nesta rodada: https://t.co/yTaY4hDMIj @diariosm https:/…há 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM#publipost https://t.co/LQSsGE5HEjhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros