Prefeito eleito de Santa Maria será secretário de Saúde no primeiro semestre de 2017 - Diário de Santa Maria

Anúncio do secretariado20/12/2016 | 09h23

Prefeito eleito de Santa Maria será secretário de Saúde no primeiro semestre de 2017

Na largada do governo, Jorge Pozzobom (PSDB) cuidará pessoalmente da promessa de campanha de colocar a saúde dos santa-marienses em dia. No primeiro escalão, há outras surpresas

Prefeito eleito de Santa Maria será secretário de Saúde no primeiro semestre de 2017 Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A menos de duas semanas para o começo da gestão Jorge Pozzobom (PSDB), o tucano apresentou, na manhã desta segunda-feira, o primeiro escalão de sua administração a partir de 1º de janeiro, acompanhado do vice, Sergio Cechin (PP).

A nominata apresentada traz algumas surpresas, confirma oito nomes antecipados pelo Diário e revela dois perfis bem claros no futuro governo. Há os secretários políticos, com a presença significativa de partidos da base aliada desde o primeiro turno, e os nomes ligados a instituições representativas da cidade, como Forças Armadas, UFSM, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Agência de Desenvolvimento de Santa Maria (Adesm) e também da iniciativa privada (leia a nominata completa no quadro abaixo).

Além de conquistar o Executivo de Santa Maria, família Pozzobom deve estar à frente do Legislativo 

Pozzobom chamou para a si a responsabilidade de cuidar de uma promessa de campanha: a saúde. Formado em Direito, ele mesmo assumirá a pasta por, pelo menos, seis meses.

– Não iria delegar ou transferir responsabilidades. Por isso, assumo a saúde – disse Pozzobom.

Prefeito eleito de Santa Maria projeta economia de R$ 2,4 milhões em um ano com redução de cargos

O secretariado chama a atenção também por algumas novidades, a começar pela Procuradoria Jurídica. A titular Anny Desconzi, que é titular da pasta desde 2005, dá lugar a Rossana Schuch Boeira, cedida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). A função da nova comandante da pasta será evitar ou, ao menos, minimizar a judicialização da saúde.

Outra novidade é o administrador Jean-Pier de Vasconcellos Esquia, que assumirá a pasta de Finanças, com larga experiência na área. O coronel da reserva do Exército Almeida Rosa assume a espinhosa pasta da Infraestrutura e Serviços Públicos.

Pozzobom quer garantir R$ 10 milhões para a saúde de Santa Maria já no primeiro ano de governo


A educação será chefiada pela professora universitária Lúcia Madruga. Outra estreante é a arquiteta Angela Pisani, que administrará a Estruturação e Regulação Urbana. O empresário e presidente da CDL, Everton Falk, que foi vice na candidatura de Marcelo Bisogno (PDT), assume o Desenvolvimento Econômico.

Pozzobom estuda retirar recursos de grandes eventos para garantir mais verba à saúde em Santa Maria

Os homens de confiança de Pozzobom, Alexandre Lima e Guilherme Cortez, assumem, respectivamente, a Controladoria e Auditoria Geral e a Casa Civil e a Gestão e Modernização Administrativa. Mas também houve a manutenção de quem já está na prefeitura: Rodrigo Menna Barreto, que é do DEM, segue no Desenvolvimento Rural, e Carlos Brasil Pippi Brisola, que hoje toca o Desenvolvimento Institucional.

Compromisso e acomodação

Durante a coletiva, que ocorreu no Itaimbé Palace Hotel, Pozzobom apresentou as referências dos escolhidos e os colocou no compromisso com cada pasta.

– Todos sabem da missão e da responsabilidade. Santa Maria espera muito de nós – alertou Pozzobom ao secretariado.

Prefeito eleito de Santa Maria, Jorge Pozzobom (PSDB), debate gestão com governador de São Paulo

O PP, partido do vice, também teve sua fatia garantida: Paulo Airton Denardin e Sandra Rebelato, que se despedem da vereança e assumem cargos no governo. Sandra foi uma das grandes surpresas pela pasta anunciada, a da Mobilidade Urbana. Denardin, que foi vereador por muitos anos, será o elo entre Câmara e Legislativo. Outra vereadora, Anita Costa Beber, presidente do PR, ficará com a Assessoria Superior de Políticas do Interior.

Pozzobom quer ¿relatório de economia¿ de cada pasta 

Após apresentar o secretariado, o maior tempo de fala do prefeito foi destinado à área da saúde. Ele citou que conseguiu, por meio de emenda aprovada pelo Legislativo, destinar mais R$ 5 milhões para a saúde. Pozzobom enfatizou que com o corte de, pelo menos, um festival (o do Balonismo) e com a revisão do que será colocado de dinheiro público em outros eventos (como Tertúlia, Natal do Coração), será possível promover avanços na área:

– É um somatório. Todos os esforços vão no sentido de elevarmos a qualidade dos serviços prestados à população e, prioritariamente, na saúde.

Revisão de contratos e economia com aluguéis serão medidas adotadas pelo prefeito eleito de Santa Maria 

Pozzobom enfatizou que as dificuldades existem, mas que não serão usadas como desculpas tanto por ele quanto pelos secretários. Mesmo com um orçamento engessado e modesto em relação a cidades como Caxias do Sul e Canoas, (projeção é de R$ 690 milhões para 2017), Pozzobom acredita que é possível fazer mais com uma gestão austera e eficiente:

– Santa Maria é uma cidade grande com orçamento de cidade pequena. E é por isso mesmo que quero resultados e eficiência. E isso vale para mim, e todos que assinaram um documento em que se propõem a cumprir com metas.

Pozzobom adiantou que, já no final de janeiro, todos os secretários terão de apresentar um relatório apontando onde haverá economia. Em até três meses, todas as secretarias deverão estar com os quadros montados e, no máximo, em seis meses, todas as pastas estarão interagindo em harmonia, projeta.

Foto: Arte DSM


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPedro Pavan: O responsável pelo "gás" do líder do Gauchão: https://t.co/09NdlDd8s7 https://t.co/oaE2V37a0Qhá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPrefeitura de Caçapava do Sul pede socorro para a segurança pública: https://t.co/aAXh1dFZgd https://t.co/JajrdTTyDchá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros