Multinacional investe R$ 20 milhões em centro de pesquisa que desenvolverá novas variedades de arroz em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Tecnologia09/11/2016 | 11h00Atualizada em 09/11/2016 | 11h00

Multinacional investe R$ 20 milhões em centro de pesquisa que desenvolverá novas variedades de arroz em Santa Maria

Rice Tec tem 24 funcionários na cidade e pretende dobrar sua participação no mercado de sementes em cinco anos

Multinacional investe R$ 20 milhões em centro de pesquisa que desenvolverá novas variedades de arroz em Santa Maria Jean Pimentel/Agencia RBS
Sede do centro de pesquisa e desenvolvimento fica às margens da Faixa de Rosário, a 18 km de Santa Maria Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A multinacional Rice Tec inaugurou seu centro de pesquisas e desenvolvimento de novas cultivares de arroz híbrido em Santa Maria. A unidade, que emprega 24 pessoas, fica às margens da Faixa de Rosário, a 18km da cidade. Além de laboratórios, a sede tem 200 hectares onde são testados milhares de tipos de arroz para fazer cruzamentos e obter novas variedades híbridas do grão, mais produtivas e mais resistentes a doenças e à falta de água.

O prédio foi inaugurado em outubro, com a presença dos príncipes Hans-Adam II e Constantin von Liechtenstein, CEO da fundação Príncipe de Liechtenstein, que gerencia a Rice Tec e os negócios da família real do país europeu de 37 mil habitantes, situado entre a Suíça e a Áustria. 

A Rice Tec tem sede mundial no Texas, nos EUA, desde 1999. Está no Brasil desde 2000, iniciando em 2007 as pesquisas de novas cultivares adaptadas à região. No Rio Grande do Sul, tem 140 funcionários, com escritório em Porto Alegre e o centro de pesquisas em Santa Maria. No país, a empresa tem unidade também em Roraima e produz as sementes para venda ao produtor aqui e no Uruguai e Argentina.

Segundo o diretor de pesquisas da Rice Tec em Santa Maria, o venezuelano Edgar Torres, Santa Maria foi escolhida para ser a sede por estar bem posicionada, perto das regiões produtoras do Estado, do Uruguai e da Argentina, pela qualidade de vida e por ter a UFSM. Além dos R$ 11,2 milhões já investidos aqui, serão gastos mais R$ 9,4 milhões em ampliações até 2022. 

Em Santa Maria, há seis pesquisadores, que plantam milhares de amostras diferentes de arroz e acompanham as que têm melhor desempenho. A cada 3 mil tipos, são selecionados os 30 melhores em diversos aspectos, como o vigor de crescimento, o tempo do ciclo, se a planta não acama e se o grão não tem defeitos. Depois, no laboratório, são testadas propriedades do arroz, que inclusive é cozido para ver se fica soltinho. A partir das análises, são feitos novos cruzamentos e plantios, até chegar à variedade aprovada para venda ao produtor – do início dos testes até o lançamento de nova variedade, são 8 a 10 anos de trabalho.

– Por isso, aprendi a ter paciência – diz o desenvolvedor de arroz Clauber Mateus Priebe Bervald, que acompanha e escolhe, na lavoura, as melhores plantas para fazer futuros cruzamentos.

Uma das avaliações iniciais é o vigor de crescimento. Os tipos que crescem menos costumam ser descartados em futuros cruzamentos. Só as variedades com melhor rendimento são plantadas novamente, para ir aprimorando os resultados e escolher a variedade mais adequada para ser vendida como semente ao produtor rural Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A Rice Tec responde por 9% da área plantada de arroz irrigado aqui no Estado e quer dobrar a participação no mercado de sementes em cinco anos. A variedade Titan CL tem obtido produtividade média de 10,5 toneladas por hectare, enquanto a média no Estado é de 7 toneladas.

– O arroz híbrido, além de necessitar menos água, pode ser mais rentável, garantindo uma maior sustentabilidade. Por isso, nossa estação em Santa Maria vai alavancar a qualidade do arroz híbrido, tanto para a indústria como para o consumidor, é uma questão de tempo – disse o CEO Global da Rice Tec, Mike Gumina.

Desenvolvedor de arroz Clauber Bervald e o diretor de pesquisas da Rice Tec em Santa Maria, o venezuelano Edgar Torres, acompanham o plantio de centenas de tipos de arroz. A lavoura será acompanhada para escolher os tipos que rendem mais Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 5 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros