IPTU 2017 vai subir 7,87% em Santa Maria  - Diário de Santa Maria

Imposto17/11/2016 | 07h32Atualizada em 17/11/2016 | 07h32

IPTU 2017 vai subir 7,87% em Santa Maria 

Boletos devem chegar até 15 de dezembro para os contribuintes 

IPTU 2017 vai subir 7,87% em Santa Maria  Ronald Mendes/Agencia RBS
Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS

A prefeitura de Santa Maria projeta que, entre os dias 10 e 15 de dezembro, comece a enviar os documentos de cobrança do IPTU 2017. Como o Executivo municipal adota o IPCA como índice oficial de inflação, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) virá com um reajuste de 7,87%, que é o acumulado do Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA) de novembro de 2015 a outubro de 2016. Em função disso, a prefeitura não pode dar um reajuste menor, pois seria caracterizada renúncia de receita. 

O IPTU vem com novidades. A primeira delas é a medida ecologicamente correta, adotada pela prefeitura. Durante os anos anteriores, a cobrança vinha em carnês, com 15 a 17 folhinhas. Agora, isso não mais acontecerá. Visando a economia de papel e, principalmente, as críticas dos santa-marienses, o tradicional carnê será substituído por um documento com apenas duas folhas A4 envelopadas. A prefeitura efetuou, neste ano, um contrato com os Correios, que ficou a cargo da impressão e também da entrega.

– Havia muita crítica por parte dos contribuintes, o que é compreensível. Imagina, por exemplo, quem pagava em cota única, ficava com as demais folhas de cobrança sobrando. De fato, se tinha um desperdício. A medida é ecologicamente correta e representará uma economia aos cofres públicos – constata o secretário adjunto de Finanças, Ademir De Gaspari.

Prefeitura de Santa Maria quer cobrar IPTU de imóveis irregulares a partir de 2017

A outra novidade para o IPTU 2017 é que, agora, haverá apenas uma cobrança em cota única – em 2016, essa modalidade previa duas datas de pagamento. 

Assim como neste ano, o pagamento do IPTU poderá ser feito em cota única, com desconto de 5%. O pagamento também pode ser feito em 12 parcelas, mensais. Além do desconto, a prefeitura ainda segue lançando mão do chamado Prêmio Adimplência, que concede abatimentos aos bons pagadores. Os descontos variam de 10% a 15%.

Revisão e arrecadação

A projeção da prefeitura é que os cerca de 120 mil documentos de cobrança que devem ser impressos, nos próximos dias, gerem uma arrecadação que pode variar de R$ 40 milhões a R$ 45 milhões. 

Já os puxadinhos e as casas irregulares não deverão ser contemplados na cobrança do IPTU 2017. Isso porque não haverá tempo hábil de lançar os "puxadinhos" e as construções irregulares para que paguem o tributo agora. Mas isso não impede de a prefeitura lançar uma nova cobrança, ao longo do próximo ano, o que deve ficar a cargo do prefeito eleito Jorge Pozzobom, a partir de 2017. A prefeitura contratou uma empresa que está finalizado a catalogação de prédios e casas irregulares pelos quatro cantos do município. 

Foto: Arte Izaur Monteiro / DSM


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 5 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros