Valdeci quer ser prefeito de Santa Maria pela terceira vez - Diário de Santa Maria

Eleições 201603/10/2016 | 19h55Atualizada em 03/10/2016 | 19h55

Valdeci quer ser prefeito de Santa Maria pela terceira vez

Depois de ficar fora do último pleito, o petista aposta no retrospecto vitorioso para voltar à prefeitura

Valdeci quer ser prefeito de Santa Maria pela terceira vez Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

Ineditismo é algo que costuma acompanhar a trajetória política de Valdeci Oliveira (PT). Foi o primeiro prefeito do PT eleito na cidade em 2004. Depois,  o primeiro chefe do Executivo a ser reeleito em 2008. Agora, o petista garante mais um feito: a passagem para o segundo turno, na estreia da eleição municipal em duas etapas.

Valdeci Oliveira e Jorge Pozzobom disputarão o segundo turno

Valdeci ficou em primeiro colocado com 43,7 mil votos, cerca de 29,7% dos votos válidos e mantém viva a esperança de obter o terceiro mandato à frente do Executivo, a partir de 2017. Alicerçou sua candidatura atual destacando o que fez nos dois mandatos na prefeitura e projetando o que ele e a vice, Helen Cabral, pretendem realizar pelos santa-marienses pelos próximos quatro anos. 

O que muda na Câmara de Vereadores com os novos eleitos

No pleito passado, os petistas não ganharam a eleição – a candidata a prefeita era Helen Cabral e ficou em segundo lugar. Agora, quando o PT passa por um momento conturbado pela operação Lava-Jato, os petistas sabem que estar no segundo turno é um mérito quase exclusivo de Valdeci. A candidatura apostou, assim como outros prefeituráveis petistas, em descolar da imagem do partido.  Basta lembrar que a estrela do PT não apareceu em momento algum da propaganda eleitoral gratuita. O enfoque foi um só: a figura de Valdeci e o legado dos oito anos do seu governo. 

Maioria dos prefeitos não se reelegeu na cidades da Região Central

Como bom soldado partidário que é, o político avalia que estar no segundo turno foi desejo da população que ¿quer uma administração que trabalhe de verdade¿. Desde o começo da corrida eleitoral, Valdeci repetia aos militantes e aos apoiadores: ¿estaremos no segundo turno, podem acreditar!¿. 

Luciano Guerra (PT) se reelege como o vereador mais votado de Santa Maria

A certeza, conforme o petista, aumentou no decorrer do período pré-eleitoral e se intensificou durante a campanha. ¿As pessoas clamam por mudança e para que a cidade saia do marasmo¿, repetia o político.

Valdeci ocupou cargos importantes dentro do PT. Em 2006, foi um dos coordenadores da campanha de reeleição de Lula no Estado. Já em 2012, assumiu a tarefa como líder do governo Tarso na Assembleia, o que lhe rendeu dissabores ao defender projetos impopulares e vários embates, naquele período, com os professores. 

Sobre as contas públicas de quando foi prefeito, que receberam observações do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Valdeci é categórico em afirmar que tudo está devidamente aprovado pela Câmara de Vereadores. Ressalta que, agora, o momento é de trabalhar para ganhar a eleição.

Mesmo endereço e família

Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

Mas, afinal, quem é Antônio Valdeci Oliveira de Oliveira? O santa-mariense de 59 anos já foi agricultor, comerciário e metalúrgico. Morador ¿desde sempre¿ do Tancredo Neves, como costuma dizer, ele reside com a família e com a mulher Elaine, 60 anos. 

O petista destaca que, desde que entrou na política, nunca enriqueceu. Acrescenta ainda que quem conseguiu o fez de forma ilícita. Filiado há 30 anos no mesmo partido, foi no movimento sindical da metalurgia que ele pavimentou a sua primeira candidatura a vereador.

De 1988, quando se elegeu pela primeira vez até o momento, sempre ocupou cargos eletivos. Na família Oliveira, o irmão dele, Valdir Oliveira, 54, também tenta seguir os passos de Valdeci. Nesta eleição, ele concorreu a vereador e foi eleito com 2.564 mil votos, o quinto mais votado. Valdir foi vice de Helen no pleito de 2012 à prefeitura. 

Agora, no próximo dia 30, Valdeci colocará à prova algo que sempre falou em tom provocativo aos adversários: 

– Nunca perdi uma eleição a prefeito¿.

Breve histórico

– Atualmente está no segundo mandato como deputado estadual, para o qual obteve 44.501 votos
– Antes, em 2010, elegeu-se para o primeiro mandato como deputado na Assembleia Legislativa com 64.163 votos
– Entre 2001 a 2008, foi prefeito de Santa Maria, sendo o primeiro reeleito da história do município
– Entre 1994, concorreu, pela primeira vez, a deputado federal e ficou como 1º suplente, assumindo em 1997. Depois, em 1998, foi eleito de novo para deputado federal
– Foi eleito vereador, pela primeira vez, em 1988. Quatro anos depois, em 1992, conquistou um novo mandato para a Câmara de Vereadores

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSuspeito de integrar movimento neonazista é preso em Cruz Alta https://t.co/HlPiwvvtk9 https://t.co/EtWLEXWtgEhá 7 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMEstudantes começam a desocupar prédios da UFSM https://t.co/fHTMnU4nv0 https://t.co/uC8MlLQBGhhá 7 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros