Anúncio sobre gestão do Hospital Regional é feito às vésperas da eleição em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Saúde22/10/2016 | 11h05Atualizada em 23/10/2016 | 13h49

Anúncio sobre gestão do Hospital Regional é feito às vésperas da eleição em Santa Maria

Valdeci vê com "estranheza" anúncio, Pozzobom diz que "trabalhou para isso"

Anúncio sobre gestão do Hospital Regional é feito às vésperas da eleição em Santa Maria Jean Pimentel/Agencia RBS
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Faltando menos de 10 dias para a eleição, surge, enfim, mais uma data para a abertura do tão aguardado Hospital Regional: 2017. O comunicado se deu, ainda na sexta-feira, na Capital, e contou com uma articulação política entre o secretário estadual de Saúde, João Gabbardo, e o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra (que foi por oito anos secretário estadual de Saúde nos governos de Rigotto e Yeda).

Como a redução da taxa Selic reflete na economia de Santa Maria

Na manhã de sexta-feira, Pozzobom estava reunido com Gabbardo quando o secretário fez o anúncio oficial. Ainda que o contrato não tenha sido assinado, Terra destaca que "a notícia não tem relação alguma com o período eleitoral" e complementa ao dizer que "ninguém está pedindo voto para ninguém".

Prefeitura de Santa Maria e Corsan estão mais próximas de renovar contrato 

– Acontece que a iniciativa por buscar informações foi do Pozzobom, ele sempre fez um cobrança brutal, e não do Valdeci. Se ele (Valdeci) tivesse buscado, teria as informações – justifica Terra.

Três municípios da Região Central adotam turno único para economizar


– O anúncio não tem nada a ver com calendário eleitoral. Se isso ajudar em alguma coisa para que a população possa escolher bem quem deva ser o novo administrador municipal, ótimo – diz Gabbardo.

Os prefeituráveis falam

Pozzobom nega que haja qualquer uso eleitoreiro:

– Trabalhei para que isso acontecesse. Eu estava cobrando deles (Gabbardo e Terra) desde sempre. Eu corri atrás. E não se anunciou antes porque não havia a garantia do recurso junto do governo federal. Já está tudo resolvido e o hospital estará funcionando em 2017.

E Pozzobom vai além:

– A verba está garantida no orçamento do ano que vem com a União, que ficará responsável pelo custeio. O governo federal repassará R$ 5 milhões por ano para o custeio e a compra dos equipamentos se dará conjuntamente entre União e Estado. Além disso, o Sírio Libanês fará um projeto de gestão que será referência na traumatologia, neurologia, reabilitação e esse modelo de gestão daqui será compartilhado com outros hospitais. Se o meu adversário se opõe à abertura do Regional, que diga publicamente.

Em nota enviada ao Diário, Valdeci disse ver com estranheza a sinalização de abertura.

"Estranho uma informação que surge na véspera da eleição e que não tem como base nenhum contrato assinado. Espero que isso não seja apenas um ato de promoção eleitoral para alguém. Torço e trabalho para que a abertura do Hospital Regional evolua, que o complexo atenda 100% SUS, como previsto, mas lembro que a comunidade está descrente de prazos", diz na nota.

E Valdeci reforça:

"Não é hora de factoides. Meu trabalho em relação ao Regional é de conhecimento público. Todas as audiências realizadas pela Assembleia sobre o assunto partiram do meu mandato de deputado. Como presidente da Comissão de Saúde, fui várias vezes conversar e cobrar o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo, a respeito. Quem desconhece isso está muito mal-informado."


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMQuanto custa o sorvete na área central de Santa Maria https://t.co/Xfpfj2nX6p https://t.co/ccrGap9fsehá 5 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPor que está difícil encontrar o suspeito de cometer chacina em Pinhal Grande https://t.co/Wz6zXMAcC2 https://t.co/0uBCRnNHkyhá 1 horaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros