Prefeituráveis assumem compromisso com o desenvolvimento de Santa Maria - Diário de Santa Maria

Eleições 201612/09/2016 | 20h32Atualizada em 12/09/2016 | 20h35

Prefeituráveis assumem compromisso com o desenvolvimento de Santa Maria

Agência de Desenvolvimento de Santa Maria (Adesm) entregou plano estratégico aos candidatos

Prefeituráveis assumem compromisso com o desenvolvimento de Santa Maria Jean Pimentel/Agencia RBS
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS
Pâmela Rubin Matge
Pâmela Rubin Matge

pamela.matge@diariosm.com.br

Candidatos a prefeito e vice de Santa Maria receberam, na manhã desta segunda-feira, o Plano Estratégico de Desenvolvimento (PED) da cidade elaborado pela Agência de Desenvolvimento de Santa Maria(Adesm). O material foi entregue durante uma cerimônia na Câmara de Vereadores.O PED reúne as demandas da comunidade santa-mariense para diversos setores estratégicos e que atendem ao movimento A Santa Maria que Queremos. Coordenado pela Adesm, foram realizadas 144 reuniões de fóruns temáticos e grupos de trabalho, que contaram com 2.506 presenças de 803 voluntários e 210 entidades representadas.

Em 2012, o caderno de propostas já havia sido entregue aos candidatos à prefeitura e à Câmara de Vereadores daquele ano e, posteriormente, em 2014, aos concorrentes a deputado federal e a deputado estadual por Santa Maria.Segundo o diretor-presidente da Adesm, Vilson Serro, o plano é um trabalho contínuo, que apesar de ser finalizado ainda em 2013, segue sendo monitorado, com reuniões periódicas. Questionado se o plano já foi ou se será usado na prática por lideranças locais em esfera municipal ou estadual, Serro falou que ainda há muito a avançar.

– O plano tem um bom reconhecimento da comunidade, especialistas de fora, mas o apoio da gestão municipal foi muito pequeno. Há muitos avanços que devem ser feitos no futuro. Estamos fazendo um trabalho permanente de conscientização das nossas lideranças locais – afirmou Serro.

 Dados e polo

Serro destaca iniciativas como a criação de um banco de dados e do Polo de Defesa, iniciativas que foram colocadas em práticas com o apoio da Adesm, a partir dos encontros do plano. No ano que vem, o trabalho deve ser revisitado e, novamente, apresentado à comunidade. A maioria dos candidatos afirmou que vai usar o PED ou já está utilizando diretrizes em seus planos de governo. 

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

:: Com a palavra, os prefeituráveis ::

Werner Rempel (PPL) – "A nossa candidatura tem como lema Para Cuidar Santa Maria e acreditamos que só se cuida com um plano feito a muitas mãos. Acataremos na íntegra e discutiremos com a Adesm e com a sociedade a sua implementação. Temos interesse em uma secretaria de captação de recursos, como existiu quando fui vice (2005-2008)."

Jader Maretoli (SD) – "Já tinha recebido há dois anos quando fui candidato a deputado. O plano é produtivo, é um dos melhores caminhos para que a cidade tenha retornos em diversas áreas se conseguirmos adequá-lo. Temos o desejo de aplicá-lo de imediato, mas sabendo que todo planejamento acontece de forma gradativa."

Marcelo Bisogno (PDT) – "Há muitas informações e diretrizes para a cidade que queremos. Vamos aproveitar coisas ali projetadas. Mas, antes preparar a prefeitura e refazer o básico. As questões que envolvem mobilidade urbana e infraestrutura eu destacaria, tendo gente capacitada para buscar recurso e colocar em prática."

Alcir Martins (PSol) – "É importante para balizar decisões de qualquer gestão que venha se instalar em 2017. Mas, é fundamental dizer que o nosso projeto de governo é construído através de um processo de discussão ampliado com algumas vozes que não foram contempladas pela Adesm e, sobretudo, que seja garantida a Justiça Tributária."

Jorge Pozzobom (PSDB) – "Sou titular do conselho e ajudei a construir esse projeto. Assumimos o compromisso de transformar esse plano em um projeto de lei. Têm muitas diretrizes ali que são importante, na área da saúde, da segurança e do desenvolvimento econômico. O que está ali faz parte do nosso projeto de governo."

Valdeci Oliveira (PT) – "Grande parte do plano está contemplada no nosso plano de governo. Sou conselheiro e assinei o compromisso. Não é de implementar do dia para noite, mas vai se adequando, e é viável. Uma das reivindicações é a criação da secretaria de captação de recursos, que eu já tinha no meu governo."

Fabiano Pereira (PSB) – "Venho acompanhando o plano há um bom tempo. O papel simbólico é ainda maior: o patrão assumindo o papel de patrão, a sociedade civil determinando os rumos do governo. Vamos incorporar o plano da Adesm ao Plano Plurianual e tirá-lo do papel para virar realidade. O polo de defesa tem que merecer cada vez mais atenção."

Paulo Weller (PSTU) – Segundo a assessoria do PSTU, o partido ainda está avaliando as diretrizes do plano e não se posicionou se vai adotá-lo ou não no seu plano de governo.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMIncêndios destroem duas casas na região central do Estado https://t.co/0dMw8u79On https://t.co/SI5TM6fpoahá 2 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMDono de mercado é baleado durante assalto em Santa Maria https://t.co/zKxoZKZOQ9 https://t.co/mQmHuHzq12há 2 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros