Perfil do eleitor em nada se parece com o dos candidatos em Santa Maria - Diário de Santa Maria

Eleições 201614/09/2016 | 07h31Atualizada em 14/09/2016 | 10h25

Perfil do eleitor em nada se parece com o dos candidatos em Santa Maria

Da escolaridade ao gênero, votantes e concorrentes acumulam diferenças

Perfil do eleitor em nada se parece com o dos candidatos em Santa Maria Arte DSM / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Arte DSM / Agência RBS / Agência RBS

Disparidade. Essa é a palavra que melhor resume o perfil dos candidatos a prefeito e a vereador na comparação com a representação dos eleitores de Santa Maria. Enquanto a maioria do eleitorado é mulher, entre os candidatos, os homens predominam. A diferença também é perceptível quanto à escolaridade de políticos e votantes, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Veja quantos votos são necessários para eleger um vereador em Santa Maria

Para a Câmara, 223 pessoas estavam inscritas para concorrer a uma das 21 vagas no Legislativo municipal. No entanto, em função das impugnações, esse número caiu para 214. Levando em consideração esse último número, 70,10% dos candidatos são homens e 29,90% são mulheres. Ou seja, são 150 homens na disputa, contra apenas 64 mulheres concorrendo. O número de candidatas também é inferior ao do último pleito, quando havia 74 mulheres buscando a eleição.

Veja se você é um dos mesários convocados em Santa Maria


Na majoritária, o sexo masculino também domina: os oito prefeituráveis são homens, e apenas três mulheres aparecem na disputa, mas apenas como vices ao cargo.

As propostas dos candidatos com relação às prioridades de Santa Maria

Quando se olha para o eleitorado da cidade, que chega a um total de 203.043 mil, os números se invertem: 53,88% são mulheres, o que representa 109.407 eleitoras, enquanto a porcentagem de homens é de 46,11%, sendo um total de 93.636 eleitores do sexo masculino.

– Os candidatos não representam quem está votando. Temos um perfil que atende a um dispositivo legal (a chamada cota de gênero, que prevê que 30% das vagas, na inscrição das candidaturas à vereança, sejam preenchidas pelo sexo feminino), mas que não é algo espontâneo da representação popular. Além disso, as mulheres acabam entrando no pleito como uma representação necessária, mas que não se efetiva, porque a maioria não é eleita – destaca o cientista político e professor de Teoria Social da Unipampa, Guilherme Howes.

Os nomes que disputam uma vaga na Câmara de Vereadores de Santa Maria


No caso das candidaturas à prefeitura, Howes complementa:

– As mulheres não entram como cabeça de chapa, como o candidato de maior evidência. Ficam apenas em um papel secundário. Socialmente, estamos todos convencidos de que é preciso um papel mais atuante da mulher, no entanto, nessas manifestações mínimas de poder, a mulher ainda não encontrou espaço.

Formação diferenciada

Não é apenas quanto ao sexo que o perfil dos eleitores e candidatos se diferencia. No quesito escolaridade, também não há semelhanças entre o votante e o votado. Dos candidatos à vereança e à prefeitura, a maioria (37,38% e 50%, respectivamente) tem Ensino Superior completo. Do eleitorado, a predominância é de pessoas com Ensino Fundamental incompleto: 26,40%, ou seja, 53.618 votantes não concluíram até o nono ano. Para Howes, essa diferença revela um perfil do Brasil.

– A meritocracia só faz sentido quando é plena. Aqui, ela é desigual. Quem alcança postos efetivos é quem consegue se formar, mas que é votado por pessoas sem oportunidades, que não tiveram chance de se escolarizar. Essa diferença revela o perfil perverso da meritocracia brasileira, onde não há nenhuma igualdade de oportunidade – defende o professor.

Profissões diversas

Apesar de, no site do TSE, estarem disponíveis as profissões dos candidatos, os números não foram utilizados nos gráficos. Cabe ressaltar que, do total, 34 candidatos informaram como ocupação a categoria "outros". Além disso, 17 se identificaram como empresários, 14 como aposentados, 9 como professores (de Ensino Fundamental, Médio e Superior), 5 como médicos e o mesmo número como donas de casa. O restante, 130 do total, tem profissões diversas.

Foto: Arte Izaur Monteiro / Agência RBS
 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBM encontra mais de 100 pedras de crack em casa na região norte de Santa Maria https://t.co/UobjAdgC95 https://t.co/iN1DGptmcYhá 46 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAcidente deixa uma motorista morta na ERS-342 em Cruz Alta https://t.co/lVJnmkEgNW https://t.co/JxiB5vzdwUhá 2 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros