Inflação desacelera em Santa Maria no mês de agosto - Diário de Santa Maria

Custo de vida10/09/2016 | 17h10Atualizada em 11/09/2016 | 16h42

Inflação desacelera em Santa Maria no mês de agosto

Variação de agosto, de 0,43%, foi a menor registrada no ano

Inflação desacelera em Santa Maria no mês de agosto Jean Pimentel/Agencia RBS
Alta do botijão do gás de cozinha foi um dos itens de destaque em agosto Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

A inflação que as pessoas sentem no bolso é, na maioria das vezes, bem maior que o índice oficial. Em tempos de crise e de recessão, com cortes de empregos e poder de compra em baixa, Santa Maria contabiliza uma notícia boa. No mês de agosto, a inflação desacelerou em Santa Maria, de acordo com a pesquisa do Laboratório de Práticas Econômicas (Lape) do Centro Universitário Franciscano (Unifra).

Preço do leite cai em 10 supermercados de Santa Maria

Conforme o boletim, a variação do Índice do Custo de Vida em Santa Maria (ICVSM) foi de 0,43% em agosto. O resultado é o menor do ano. Assim, o acumulado do ano chega a 7,21%, e o dos últimos 12 meses, contabiliza 10,46%. 

Há uma explicação para esse recuo, conforme o economista e coordenador da pesquisa Mateus Frozza:

– Tudo o que poderia subir já subiu. O governo (Estado e União) deixou de interferir diretamente no ambiente econômico.

Litro da gasolina varia até R$ 0,24 em Santa Maria 

Conforme o ICVSM, foram, ao todo, três os grupos que mais pesaram durante o último mês: habitação (com a alta do botijão do gás de cozinha atingindo 13,8%), alimentação (veja os destaques abaixo) e o transporte (com destaque para alta das passagens aéreas e diárias em hotéis).

Frozza projeta que ocorra, até o fim do ano, uma contenção no avanço da inflação, amparada por uma possível queda na conta de energia elétrica. Se isso se confirmar, a inflação deve ficar dentro de meta. O economista ainda destaca outra situação: a ligeira queda no preço dos combustíveis:

– A concorrência é fundamental. Façam pesquisas. Vale para gasolina, gás de cozinha. Pesquisa sempre  compensa.

Recuperação no horizonte

A economia local, fortemente amparada no comércio, ainda deve conviver, pelo menos até o fim do ano, com o mesmo cenário de retração nas vendas. Frozza avalia que, entre novembro e dezembro, com a injeção do 13º, o comércio terá uma sobrevida.

– Haverá um ligeiro aumento das vendas, mas a crise ainda persistirá por mais um bom tempo – projeta Frozza.

Confira, abaixo, os itens que mais subiram e os que mais baixaram em agosto.

Mais baixaram
Azeitona -18,5%
Patê -17,6%
Moranga -15,7%
Cebola -12,7%
Arroz comum -12,2%

Mais subiram
Queijo mussarela + 21,3%
Feijão preto + 20,7%
Queijo lanche + 18,9%
Lentilha + 12,2%
Mamão + 10,7%

Foto: Arte DSM
 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMEscolas estaduais correm risco de terem turmas fechadas em 2017 https://t.co/8Jp2w1sRxr https://t.co/u2xGOhKOSPhá 13 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCorpo é encontrado no Arroio Cadena, em Santa Maria https://t.co/rnhRPW0DWc https://t.co/b2oEwwReT0há 14 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros