Especialistas e candidatos apostam em segundo turno em Santa Maria  - Diário de Santa Maria

Eleições 201629/09/2016 | 09h17Atualizada em 29/09/2016 | 09h44

Especialistas e candidatos apostam em segundo turno em Santa Maria 

Campanha foi menor, mais pobre, com poucas denúncias à Justiça Eleitoral, número recorde de candidatos a prefeito e, pela primeira vez, possibilidade real de segundo turno 

Especialistas e candidatos apostam em segundo turno em Santa Maria  Reprodução / Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução

Certeza é um corpo estranho no organismo político e, por isso, dificilmente será encontrada. Mas faltando apenas três dias para a eleição a prefeito de Santa Maria, pode-se afirmar que o pleito foi marcado por vários ineditismos. A campanha foi menor, mais pobre, com poucas denúncias à Justiça Eleitoral, teve número recorde de candidatos a prefeito e, pela primeira vez, existe a real possibilidade de o pleito ser decidido em dois turnos. Com 203 mil eleitores (para haver segundo turno é preciso ter mais de 200 mil votantes), só vencerá, no primeiro turno, o candidato que atingir 50% dos votos válidos mais um. O que todos os candidatos admitem ser quase impossível.

Dos oito prefeituráveis, a maioria mantém o mesmo entendimento: estará no segundo turno. Porém, eles também concordam que a eleição do próximo domingo será marcada pela pulverização dos votos. Em meio a esse cenário de ineditismos, partidos e políticos tiveram de se ambientar rapidamente, e as coligações precisaram se adaptar a uma nova realidade: a campanha reduziu de 90 para 45 dias. Com a proibição de doações de empresas privadas aos candidatos, a campanha ficou mais mais pobre (em termos financeiros) e a disposição da classe política seguiu com um "intensivão" de corpo a corpo. 

Como deve ser a propaganda eleitoral na TV nos últimos dias da campanha 

A esfera de atuação também mudou um pouco do contato real para outra arena: a das redes sociais. Nesse ambiente virtual, o embate foi mais ferrenho e, inclusive, as redes sociais protagonizaram a veiculação de uma pesquisa eleitoral falsa, que foi alvo de denúncia e acabou sendo retirada do ar. Apesar desse episódio, a Justiça Eleitoral avaliou que, até esta quarta-feira, foi a campanha mais "calma"dos últimos pleitos.

Confira a lista dos bens declarados pelos candidatos a prefeito e vice de Santa Maria

Além disso, a campanha, que começou, no mês passado, foi em clima de "paz e amor" entre os candidatos, que evitaram embates e provocações. Mas, nos últimos dias, ainda que de forma velada, o que não faltaram foram críticas e discursos tentando desconstruir propostas e candidaturas.

Veja quantos votos são necessários para eleger um vereador em Santa Maria

"Histórico" de 2º turno

Nas últimas cinco eleições municipais, se tivesse a quantidade de eleitores suficientes, Santa Maria teria vivenciado o segundo turno em três pleitos. Nas eleições de 1996, 2000 e 2004, os vencedores não obtiveram mais de 50% dos votos válidos. A façanha apenas foi atingida por um único político: Cezar Schirmer (PMDB), em 2008, e, depois, em 2012, quando foi reeleito.

Os prefeituráveis tratam com reserva qualquer aliança para um eventual segundo turno. O momento, a partir da definição de quem irá para o segundo turno, é de costura, diz o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) David Fleischer:

– Há quem queira "ganhar preço", e outros firmar bandeiras ideológicas. Mas, em segundo turno, inimigos e opositores podem, sem constrangimento algum, estar lado a lado. Afinal, é uma outra eleição.

Estratégias e conversas "em off" sobre 2º turno

Mesmo que a política não seja uma ciência exata, a matemática impõe uma restrição numérica aos oito prefeituráveis: apenas dois deles estarão em uma eventual disputa em segundo turno. De qualquer forma, os partidos se articulam e, com a desenvoltura típica da classe política, analisam cenários e traçam estratégias para intensificar as sondagens e cooptar apoios. 

O Diário questionou os oito prefeituráveis sobre qual será a posição de cada um deles em estando dentro ou fora do segundo turno. A reportagem adota, como a exemplo de matérias anteriores, a ordem das convenções partidárias para apresentar os prefeituráveis. 

Werner Rempel (PPL) afirma que "o apoio a ser recebido ou a ser dado" deverá ser decidido coletivamente pelo partido e, ainda, ficará condicionado a um apoio, de quem o procurar, ao programa de governo da candidatura do PPL. Jader Maretoli (SD) afirma que "estar no segundo turno ou fora dele" não abrirá uma "correria e uma negociação por apoio". Ele diz que tudo passa por um compromisso ao programa de governo da sua candidatura.

Marcelo Bisogno (PDT) afirma não ter "nenhuma restrição a um partido ou a quem quer que seja". Contudo, ele pondera: qualquer apoio, a ser dado ou a ser recebido, passa por um alinhamento com o programa de governo pedetista. Alcir Martins (PSol) afirma que qualquer tipo de manifestação de apoio a ser dada ou ser recebida passa por um receituário que dificilmente será seguido pelos partidos tradicionais: "não tratamos política como negócio, com barganha e loteamento da máquina pública", diz.

Jorge Pozzobom (PSDB) afirma que manterá o diálogo "com todos" e acrescenta que mantém uma relação de respeito com os adversários. E adianta que "quem quiser se somar" ao projeto tucano será bem-vindo, mas pondera que isso não implica em concessão de cargos como "moeda de troca". Valdeci Oliveira (PT) afirmou que não se manifestaria antes da contabilização dos votos. Fabiano Pereira (PSB) adotou o mesmo discurso. Paulo Weller (PSTU) reiterou que, se for para o segundo turno, priorizará o apoio da população. Mas, se ficar de fora, deve emitir uma carta aberta à sociedade em que o partido defenderá distanciamento, já que "nenhum dos demais candidatos se identifica" com o PSTU.

Foto: Arte DSM / Reprodução
 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 6 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros