Em cinco postos, preço da gasolina reduziu em Santa Maria  - Diário de Santa Maria

Pesquisa29/09/2016 | 09h09Atualizada em 29/09/2016 | 09h09

Em cinco postos, preço da gasolina reduziu em Santa Maria 

Na manhã desta quarta-feira, Diário pesquisou 25 estabelecimentos. Em 20 locais o valor segue o mesmo em relação a agosto

Em cinco postos, preço da gasolina reduziu em Santa Maria  Jean Pimentel/Agencia RBS
Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS
Pâmela Rubin Matge
Pâmela Rubin Matge

pamela.matge@diariosm.com.br

Em meio ao sobe e desce dos preços de diferentes produtos que o consumidor santa-mariense se depara todos os dias, pelo menos com um deles a estabilidade predomina: a gasolina. 

Veja onde encontrar trabalho até o fim do ano em Santa Maria 

Na manhã de ontem, o Diário pesquisou o preço em 25 postos de combustível da cidade. Com relação ao mês passado, 20 estabelecimentos mantiveram o valor e cinco baixaram de preço. Entre os estabelecimentos pesquisados, a gasolina mais cara era vendida a R$ 3,999, enquanto que o posto com a mais barata cobrava R$ 3,758, o que corresponde a uma diferença de R$ 0,24 por litro. A propósito, este é o quinto mês consecutivo em que os valores da gasolina estão baixando.

Já etanol subiu em seis postos e baixou em dois dos estabelecimentos consultados. Na cidade, o etanol mais caro era vendido a R$ 3,93, e o mais barato, a R$ 3,278 – variação que chega a R$ 0,65. Nos demais 14 locais, os valores seguiam os mesmos em relação ao mês de agosto.

Levantamento traz o valor do aluguel de apartamentos em 10 imobiliárias de Santa Maria

De acordo com o gerente comercial dos Postos Santa Lúcia, Claudio Tavares, o que pode ter impactado na estabilidade dos preços é que, desde o final de julho deste ano, a venda de combustíveis caiu cerca de 20%. Ele ainda mencionou que na última semana a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), sediada em Canoas e responsável pela produção no Estado, ficou 10 dias paralisada para manutenção de equipamentos. Mesmo com a pausa, a procura pelo produto não aumentou.

– É a lei da oferta e da procura. A queda nas vendas é o que tem feito os empresários segurarem o preço – explica Tavares.

Tendência é de redução

Na última terça, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, informou que a adoção de uma nova política de preços, baseada na paridade internacional, poderá resultar em queda de preços de combustíveis no Brasil.

A medida seria uma forma de alinhar os valores praticados no país ao mercado internacional. Contudo, Parente não definiu nenhuma data para a mudança de preços.

 

Foto: Izaur Monteiro / Arte/ DSM
 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSuspeito de integrar movimento neonazista é preso em Cruz Alta https://t.co/HlPiwvvtk9 https://t.co/EtWLEXWtgEhá 11 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMEstudantes começam a desocupar prédios da UFSM https://t.co/fHTMnU4nv0 https://t.co/uC8MlLQBGhhá 11 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros