Votação de impeachment de Dilma é antecipada por Renan Calheiros - Diário de Santa Maria

Política02/08/2016 | 18h54Atualizada em 03/08/2016 | 02h54

Votação de impeachment de Dilma é antecipada por Renan Calheiros

Originalmente marcado para 29 de agosto, início do julgamento da presidente afastada no Senado deve ocorrer no dia 25 ou 26

Votação de impeachment de Dilma é antecipada por Renan Calheiros Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Zero Hora
Zero Hora

O presidente do Senado, Renan Calheiros, confirmou, no fim da tarde desta terça-feira, a antecipação do calendário da votação do impeachment na Casa. Calheiros afirmou que, se a pronúncia da presidente afastada Dilma Rousseff for votada no dia 9 ou 10, o julgamento final poderá ter início em 25 ou 26 de agosto. Anteriormente, esta etapa estava prevista para começar no dia 29.

Leia mais
Impeachment de Dilma Rousseff: o calendário e as estratégias dos dois lados
Jucá defende que julgamento do impeachment se encerre em agosto
Relator Anastasia diz que Dilma deve ser julgada pelo Senado

A medida foi criticada pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ), um dos principais defensores de Dilma no Senado, que acusou o presidente interino Michel Temer (PMDB) de pressionar Renan pela antecipação do processo. O presidente da Casa, no entanto, negou qualquer interferência do Planalto na decisão. Ele lembrou ainda que quem presidirá o julgamento é o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Nesta terça, o presidente da Comissão Processante do Impeachment, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), já havia antecipado que "existe uma possibilidade" de que a sessão de julgamento final do processo que pede o afastamento da presidente Dilma Rousseff comece na quinta-feira, 25 de agosto, e não na segunda-feira, dia 29, como foi anunciado em nota pelo STF no último sábado.

Também foi informado que o plenário do Senado não vai votar projetos nesta semana para não atrapalhar o andamento dos trabalhos da comissão.

O horário da reunião da Comissão Especial de Impeachment nesta quarta-feira, que ocorreria às 11h, foi antecipado para as 9h. Na sessão, será discutido o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG). No parecer desta terça-feira, Anastasia defende a continuidade do processo e que Dilma seja levada a julgamento final pelo Senado.


* Zero Hora, com Agência Senado


 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCorintians recebe o Guarani-VA pela 3ª rodada do Estadual de Basquete https://t.co/oAQrQsChzk https://t.co/fxsAbDnY5yhá 4 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPrêmio Empreendedor é uma oportunidade das instituições mostrarem suas pesquisas https://t.co/xYX6QSQkWN https://t.co/kPZuZuNRm9há 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros