Presidente da Câmara lerá segunda-feira parecer sobre cassação de Cunha  - Diário de Santa Maria

Decisão do Conselho de Ética02/08/2016 | 20h23

Presidente da Câmara lerá segunda-feira parecer sobre cassação de Cunha 

Anúncio de Maia foi feito em meio à discussão do projeto de lei que trata da renegociação da dívida dos Estados devido às cobranças dos parlamentares

Presidente da Câmara lerá segunda-feira parecer sobre cassação de Cunha  Antonio Cruz/Agência Brasil
O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil
Agência Brasil
Agência Brasil

Após sucessivas cobranças da oposição, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), prometeu ler na próxima segunda-feira, no plenário, o parecer do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa que pede a cassação do mandato do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A leitura é o primeiro passo antes da votação no plenário.

O anúncio de Maia foi feito em meio à discussão do Projeto de Lei (PL 257/16) que trata da renegociação da dívida dos Estados.

Leia mais
Moro mantém ação contra esposa de Cunha e nega que haja cerceamento de defesa
STF ouve mais três testemunhas na ação penal contra Cunha nesta terça
Cunha prepara dossiê sobre aliados políticos

Dede o início da sessão, deputados do PT, PCdoB, Rede e PSOL cobravam de Maia uma resposta para que coloque em votação o relatório. 

— Esse processo já passou de 10 meses, portanto, não cabe pautar nenhum projeto, nenhuma prioridade do governo provisório golpista, sem que se vote a cassação do deputado Eduardo Cunha — disse a líder da minoria, Jandira Feghali (PcdoB-RJ).

O processo ficou pronto para decisão antes do recesso de julho. Desde que foi eleito, Maia tem evitado se posicionar sobre uma data de votação. Todas as vezes que foi questionado a respeito, Maia limitou-se a dizer que colocaria a cassação de Cunha em votação quando tivesse a "casa cheia". 

— Não é possível mais adiar esse tema, todos os recursos apresentados pelo denunciado [Cunha] já foram vencidos, e a Câmara precisa virar essa página — cobrou Alessandro Molon (Rede-RJ). — Peço que não deixe a Casa no suspense e responda a essa pergunta que todo o país faz — acrescentou.

Maia respondeu dizendo que a cassação de Cunha não era um "assunto tabu". 

— Podemos fazer essa leitura na segunda-feira, não há nenhum tipo de problema — disse. 

O presidente da Câmara acrescentou, porém, que a prioridade de votação é o projeto da renegociação da dívida dos Estados. 

— Nossa prioridade na pauta continuará sendo o PL 257. Só tratarei de outro projeto depois que esse tiver sido aprovado ou derrotado — afirmou.

Na segunda-feira, Maia chegou a acenar com a possibilidade de fazer a leitura na quarta-feira desta ou da próxima semana. Pelo Regimento da Casa, uma vez lido o parecer, a cassação entra na pauta após 48 horas, abrindo a possibilidade de votação ainda na quarta-feira. Para a cassação de Cunha ser aprovada são necessários pelos menos 257 votos.

Leia as últimas notícias de Política

*Agência Brasil

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltante esfaqueia taxista e é preso em Santa Maria https://t.co/3fwdKZFDrJ https://t.co/AMauaJdQmAhá 4 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBom dia! Previsão indica que a nebulosidade logo se dissipa e não deve chover. Faz 7ºC. A máx. chega até 25ºC de ta… https://t.co/ZfVl2dXhvuhá 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros