PMDB e PSDB articulam para acelerar votação do impeachment  - Diário de Santa Maria

Sessão no Senado09/08/2016 | 18h52

PMDB e PSDB articulam para acelerar votação do impeachment 

Expectativa é de que análise seja encerrada até o início da madrugada

PMDB e PSDB articulam para acelerar votação do impeachment  Geraldo Magela/Agência Senado/
Sessão é comandada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Carlos Rollsing e Guilherme Mazui e de Brasília

Aliados do presidente interino Michel Temer articulam para que a votação da penúltima etapa do processo de impeachment seja concluída na noite desta terça-feira, mais tardar no início da madrugada. Senadores do PSDB e PMDB já abriram mão da manifestação na tribuna, o que colabora para encurtar a sessão em cerca de três horas.

— Estamos conversando com companheiros de outros partidos para que eles também retirem suas falas – afirmou o líder do PMDB, Eunício Oliveira (PMDB).

Leia mais
Saiba os próximos passos do processo de impeachment de Dilma no Senado
Impeachment de Dilma Rousseff: o calendário e as estratégias dos dois lados
Do total de 81, 44 senadores devem votar contra Dilma, diz jornal

Segundo o peemedebista, oito dos 19 senadores do partido desistiram de usar a tribuna. Pelo rito da sessão, comandada pelo presidente do STF, Ricardo Lewandowski, cada um dos 81 parlamentares poderia falar por até 10 minutos. No PSDB, apenas Aécio Neves (MG) se pronunciou em nome de toda a bancada, que tem 11 integrantes. Senadores do PTB, DEM, PP e PSD também podem se abster do discurso.

— Com a colaboração de todos, no máximo, 2h será possível realizar a votação – acredita Simone Tebet (PMDB-MS).

VÍDEO: Carolina Bahia fala sobre manobras da oposição e da situação 

A articulação dos caciques do PMDB conta com a simpatia do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que ainda não abriu seu voto sobre o parecer que pode transformar a presidente afastada Dilma Rousseff em ré.

A sessão se iniciou por volta das 9h45, foi interrompida às 13h e retomada às 14h10. Às 18h05 ocorreu o segundo intervalo, que foi reduzido de uma hora para 30 minutos. Ricardo Lewandowski anunciou que foi a última paralisação do dia. A intenção é finalizar a votação do parecer ainda nesta terça. A previsão do Palácio do Planalto e de Eunício Oliveira é de que a continuidade do processo de impeachment terá 58 votos favoráveis.

Leia as últimas notícias


 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltante esfaqueia taxista e é preso em Santa Maria https://t.co/3fwdKZFDrJ https://t.co/AMauaJdQmAhá 4 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBom dia! Previsão indica que a nebulosidade logo se dissipa e não deve chover. Faz 7ºC. A máx. chega até 25ºC de ta… https://t.co/ZfVl2dXhvuhá 5 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros