Para amenizar efeitos da crise, BM de Santa Maria disponibiliza alojamentos ao público - Diário de Santa Maria

Economia31/08/2016 | 07h40Atualizada em 31/08/2016 | 07h40

Para amenizar efeitos da crise, BM de Santa Maria disponibiliza alojamentos ao público

São 200 vagas destinadas a grupos que precisam de estadia devido a eventos

Para amenizar efeitos da crise, BM de Santa Maria disponibiliza alojamentos ao público Germano Rorato/Agencia RBS
Uso é restrito e mediante avaliação Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos (EsFAS) do 1º Regimento de Polícia Montada (1º RPMon) disponibiliza alojamentos ao público como forma de amenizar os efeitos da crise.

Santa Maria não deve sentir reflexos da atuação da Força Nacional em Porto Alegre

De acordo com o capitão Eduardo Focking, responsável pela escola até a última sexta-feira, com o orçamento curto e o espaço ocioso, essa foi uma forma de levantar um recurso que serve, ao menos, para a manutenção do local. Além disso, o valor também seria usado em outras áreas dentro do regimento.

O capitão Clademir Machado Flores, que responde hoje pela escola, conta que a EsFAS disponibiliza dois alojamentos (cerca de 150 vagas no masculino e cerca de 50 no feminino), oito salas e um auditório, além dos banheiros. Seriam pagos entre R$ 10 e R$ 15, por pessoa, pela estadia.

– É uma taxa simbólica. Serve para a manutenção do espaço, que está ocioso e só deve voltar a receber alunos no fim de outubro, já que há expectativa de vir para treinamento parte dos 530 aprovados no último concurso – relata Flores.

Família perde tudo em incêndio na região oeste de Santa Maria

Ele enfatiza que o objetivo não é lucrar e que não é oferecido um serviço de hotelaria, por isso a disponibilização é restrita a grandes grupos e mediante avaliação. Muitas vezes, são firmadas parcerias entre Centros Tradicionalistas Gaúchos (CTGs) de outras cidades, que vem à Santa Maria para eventos (como foi o caso do Juvenart, onde cerca de 200 pessoas utilizaram as dependências da EsFAS durante os dois finais de semana), ou para escolas, que vem participar de competições. Ainda, é necessário que seja reservado com antecedência, pois a prioridade é para uso do próprio regimento.

– O pessoal gosta de usar porque é barato e há segurança. Acontece, inclusive, de não haver cobrança de taxa alguma caso as pessoas não tenham condições. Todos informam nome, telefone e outros dados de identificação. Há regras rígidas para circular aqui no regimento, então todas as precauções são tomadas. Nunca houve problema algum – explica Flores.

Além disso, receber gente de fora da instituição é uma forma de política de tratamento da imagem da Brigada Militar (BM). Flores relata que esses grupos, muitas vezes, voltam a reservar o espaço porque gostaram da experiência.

MP prepara inquérito para apurar denúncias de venda irregular de casas do Minha Casa, Minha Vida

Flores ainda conta que houve questionamentos quanto à legalidade da disponibilização dos alojamentos por ser um bem público e que seria utilizado para um fim diferente do que se prevê, e, algumas vezes, mediante pagamento. Segundo ele, tudo é feito com respaldo do comando e dentro da lei.

Interessados podem buscar mais informações pelo telefone (55) 3220-6460.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBrigada Militar apreende 300 kg de carne em São Francisco de Assis https://t.co/3KxriyfNP6 https://t.co/BUrKqydgcphá 11 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMPF instaura inquérito civil para investigar causas do acidente com avião da Chapecoense https://t.co/HWtEbVVBgw https://t.co/3cwYP3wtHYhá 12 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros