Grupo realiza manifestação no estacionamento do hospital regional de Santa Maria - Diário de Santa Maria

Saúde13/08/2016 | 16h18Atualizada em 14/08/2016 | 20h52

Grupo realiza manifestação no estacionamento do hospital regional de Santa Maria

Ao todo, são cerca de 20 pessoas que pedem a abertura imediata do hospital

Grupo realiza manifestação no estacionamento do hospital regional de Santa Maria Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

Desde a madrugada deste sábado, integrantes do chamado Movimento Nacional em Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) ocupam o estacionamento do hospital regional, que fica no bairro Pinheiro Machado, região oeste de Santa Maria. 

Hospital Sírio-Libanês está de olho na gestão do hospital regional de Santa Maria

Um grupo de pouco mais de 20 pessoas está no local e pede por providências do governo do Estado quanto à abertura imediata do empreendimento e, principalmente, quem estará à frente da administração do hospital. 

Nova data para entrega da obra do hospital regional em Santa Maria é março

Entre as bandeiras do movimento ainda estão que: o atendimento seja 100% gratuito e, por fim, que eventuais demandas de terceirização não sejam entregues para empresas privadas nem para hospitais filantrópicos. O grupo quer uma resposta por escrito do Piratini quanto a essas demandas.

Opinião: Contagem regressiva para entrega da obra do hospital regional

Moacir Alves, que é o delegado-adjunto da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ª CRS), esteve no local e conversou com os manifestantes. Ele, inicialmente, se propôs a passar os encaminhamentos dos manifestantes ao secretário de Saúde do Estado, João Gabbardo. Contudo, Moacir adiantou que o Piratini não deve sinalizar qualquer tipo de acordo com os manifestantes:

– Não vamos assinar nada porque entendemos que essa ocupação é indevida. E, obviamente, que todos nós defendemos o SUS e essa é, sim, uma tendência.

Os manifestantes adiantam que apenas deixarão o loca após uma manifestação, por escrita, do governo do Estado de que irá se comprometer com as demandas apresentadas. Enquanto isso, uma equipe da Brigada Militar (BM) está no local e monitora a presença do grupo.

A obra

Orçada, inicialmente, em R$ 45 milhões, ela começou em março 2010 e deveria ter sido concluída em 2014. Mas só ficou pronta na metade deste ano, ao custo de R$ 70 milhões (em valores atualizados). A previsão é que os 270 leitos comecem a ser abertos, de forma gradativa, tendo como fase inicial o fim deste ano. 

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPrêmio Empreendedor é uma oportunidade das instituições mostrarem suas pesquisas https://t.co/xYX6QSQkWN https://t.co/kPZuZuNRm9há 3 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Invicto na temporada, @rugbysm busca a segunda decisão do ano: https://t.co/j3E0KGYugs @diariosm https://t.co/rf4wZZRjfdhá 22 minutosRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros