Ex-vereador nega irregularidade e diz ter sido vítima de erro da prefeitura de Santa Maria - Diário de Santa Maria

Investigação30/08/2016 | 21h02Atualizada em 30/08/2016 | 21h02

Ex-vereador nega irregularidade e diz ter sido vítima de erro da prefeitura de Santa Maria

Claudio Rosa alega que comunicou prefeitura em fevereiro de que pararia de trabalhar porque voltaria a receber auxílio-doença do INSS

Ex-vereador nega irregularidade e diz ter sido vítima de erro da prefeitura de Santa Maria Claudio Vaz/Agencia RBS
Claudio Rosa diz que jamais recebeu salário da prefeitura e auxílio-doença do INSS ao mesmo tempo Foto: Claudio Vaz / Agencia RBS

O ex-vereador Claudio Rosa nega que estivesse recebendo auxílio-doença do INSS e salário do município de Santa Maria de forma cumulativa, como afirmou a prefeitura. O prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer (PMDB), disse, na segunda-feira, que demitiu Rosa do cargo, na semana passada, após receber a informação do INSS do pagamento do benefício previdenciário. Porém, Rosa ligou ao Diário para esclarecer o caso e declarar, de forma veemente, que não cometeu nenhuma irregularidade.

– Se vocês procurarem, vão achar esse dinheiro que a prefeitura diz ter pago para mim. Comigo, não está. Eu não recebi – disse Rosa.

UFSM e IFF abrem 67 vagas para cargos de técnico-administrativo e professor

O Diário procurou também o advogado do ex-vereador, Átila Moura Abella, que alega que Rosa foi vítima de um erro. Abella mostrou documento do INSS revelando que o órgão suspendeu o pagamento do auxílio-doença a Rosa em julho de 2015. O ex-vereador, então, entrou com ação na Justiça Federal questionando a decisão da Previdência Social e, em outubro de 2015, acabou sendo convidado pela prefeitura a assumir um cargo de confiança, com superintendente da Secretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços. 

Segundo Abella, apesar das dificuldades de saúde, Rosa aceitou o convite para voltar a trabalhar e assumiu o cargo na prefeitura, pois não estava mais recebendo o auxílio-saúde. No entanto, em janeiro deste ano, a Justiça Federal deu sentença determinando que Rosa deveria voltar a receber o auxílio previdenciário.

– Assim que eu tive ciência da decisão judicial, avisei para o Claudio, e ele imediatamente disse para a prefeitura: ¿Bom, voltei para o auxílio-doença, estou indo, realmente estou sem condições, não posso, tchau¿. Não mais trabalhou. Então, se quiser imputar um erro, a prefeitura está pagando para quem não está indo trabalhar. Vamos fazer uma investigação nessa linha. Depositou? Bom, é só pedir de volta. O Claudio Rosa me afirma que não sacou os valores (da prefeitura) a partir deste momento. Ele nunca recebeu duplamente e está sendo vítima ou de um erro administrativo ou de uma grande injustiça. Está inteiramente à disposição para buscar essa verdade – diz Abella.

Família perde tudo em incêndio na região oeste de Santa Maria

O advogado voltou a frisar que Rosa jamais recebeu auxílio-doença e salário da prefeitura ao mesmo tempo, justamente porque sabia que isso não era permitido. E que, se isso ocorreu, teria sido por erro do Executivo municipal.

Segundo Abella, após se licenciar do trabalho na prefeitura, Rosa nunca mais consultou a conta corrente que tinha sido aberta só para receber do município e que não era sua conta principal. Por isso, alega que não ficou sabendo se houve algum depósito referente a salários feito pela prefeitura. Muito menos, movimentou qualquer valor dessa conta. Portanto, se o dinheiro estiver nessa conta, garantiu que Rosa vai repassar os valores à prefeitura.

A secretária municipal de Gestão, Carolina Lisowski, afirmou que não chegou a sua secretaria nenhum comunicado de que Claudio Rosa entrou em licença do cargo sob a justificativa de que estaria recebendo auxílio-doença, mas que esse caso está sendo averiguado pela Corregedoria da prefeitura. A Câmara de Vereadores vai investigar se Schirmer cometeu irregularidade no caso.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 17 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 18 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros