Confira a lista dos bens declarados pelos candidatos a prefeito e vice de Santa Maria - Diário de Santa Maria

Eleições 201618/08/2016 | 06h21Atualizada em 18/08/2016 | 06h21

Confira a lista dos bens declarados pelos candidatos a prefeito e vice de Santa Maria

Soma do patrimônio dos candidatos a vice representa quase o dobro do valor acumulado pelos prefeituráveis

Confira a lista dos bens declarados pelos candidatos a prefeito e vice de Santa Maria Ronald Mendes/Agencia RBS
Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS

Na relação do patrimônio das oito chapas que concorrem à prefeitura de Santa Maria, os candidatos declaram os bens que têm registrados em seu nome junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na lista, a soma do patrimônios dos candidatos a vice representa quase o dobro do valor acumulado pelos prefeituráveis.

As propostas dos candidatos com relação às prioridades de Santa Maria

Os oito candidatos a prefeito acumulam, juntos, R$ 2,2 milhões em patrimônio. Dos oito candidatos a vice-prefeito, seis declararam bens que somam R$ 4.1 milhões. Apenas não registraram bens os candidatos Helen Cabral (PT) e Israel Tischler (PSol). Leia as declarações detalhadas abaixo, que também pode ser conferidas no site www.tse. jus.br.

Os 223 nomes que disputam uma vaga na Câmara de Vereadores de Santa Maria

Entre os vices, o maior patrimônio é do empresário Ewerton Falk (PDT), dono da Falk Tintas, que soma R$ 1.5 milhão. Entre os candidatos a prefeito, a maior declaração é a do vereador e médico Werner Rempel (PPL) com R$ 643,46 mil e a menor é a do professor Paulo Weller (PSTU) com R$ 5 mil.

Próximo prefeito de Santa Maria terá R$ 28 milhões a menos no caixa

Na relação do patrimônio declarado, entre prefeitos e vices, constam apartamentos, box de garagens, veículos, imóveis financiados e depósitos bancários, entre outros.

A declaração é obrigatória para quem disputa a eleição. A Justiça Eleitoral alerta que eventuais fraudes podem levar a processo de impugnação da candidatura. Nesta etapa do calendário eleitoral, as candidaturas aguardam julgamento e podem, inclusive, ser impugnadas em até cinco dias contados a partir da publicação das candidaturas prevista para terminar nesta quinta-feira.

A nova legislação eleitoral proíbe doações de empresas e limita a de pessoas físicas a 10% dos rendimentos declarados no ano anterior ao pleito. Mas não há um limite para o financiamento de campanha pelo próprio candidato.

 Teto para a campanha

Na maior cidade da região, o teto de gasto de uma candidatura a prefeito é de R$ 770 mil, e para vereador, R$ 50,2 mil. Em uma eventual disputa em segundo turno, os candidatos que disputarem o pleito poderão gastar mais R$ 231 mil.

Regras na TV

A partir do próximo dia 26, começa a propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Diferentemente de eleições anteriores, quando os partidos dividiam blocos de 30 minutos, agora, serão apenas 10 minutos. Outra mudança é que aumenta o número de aparições diárias de 30 segundos, ao longo da programação comercial.






 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMAssaltante esfaqueia taxista e é preso em Santa Maria https://t.co/3fwdKZFDrJ https://t.co/AMauaJdQmAhá 3 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBom dia! Previsão indica que a nebulosidade logo se dissipa e não deve chover. Faz 7ºC. A máx. chega até 25ºC de ta… https://t.co/ZfVl2dXhvuhá 3 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros