Documentos revelam gastos elevados de Temer no Exterior, diz jornal - Diário de Santa Maria

Mordomia31/07/2016 | 14h48Atualizada em 31/07/2016 | 15h12

Documentos revelam gastos elevados de Temer no Exterior, diz jornal

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo mostra gastos em hotéis de luxo e aluguel de veículos praticados em 15 viagens internacionais à época em que Temer era vice-presidente

Documentos revelam gastos elevados de Temer no Exterior, diz jornal Lula Marques/Agência PT
Uma única viagem à Turquia, chefiando comitiva de 30 pessoas, consumiu pelo menos R$ 328 mil Foto: Lula Marques / Agência PT
Zero Hora
Zero Hora

Documentos obtidos pelo jornal Folha de S. Paulo revelam que o presidente interino, Michel Temer, chegou a gastar R$ 328 mil em uma única viagem ao Exterior quando ocupava a vice-presidência da República. Os dados, divulgados por meio da Lei de Acesso à Informação, mostram que Temer se hospedava em hotéis de luxo e chefiava comitivas numerosas nos deslocamentos, obrigando diplomatas a pedir aporte de recursos ao Ministério das Relações Exteriores para fazer frente às despesas.

Entre 2011 e 2016, Temer fez pelo menos 15 viagens internacionais. Em visita à Turquia, em maio de 2012, o então vice-presidente gastou US$ 16 mil (R$ 52 mil) por três diárias de um quarto duplo no hotel de luxo Conrad, em Istambul. O peemedebista estava acompanhado por cerca de 30 pessoas, cujos gastos consumiram US$ 56 mil apenas em diárias de hotel. Também houve despesas de US$ 21 mil em aluguel de veículos, incluindo seis BMW, quatro vans Sprinter com capacidade para 12 pessoas cada, duas Mercedes Benz, dois Mondeo e inclusive um caminhão-baú para bagagens.

Leia mais
"Estou preparadíssimo para as vaias", afirma Temer sobre Olimpíada
Temer reitera que não será candidato à Presidência em 2018
Rodrigo Maia "lança" candidatura de Michel Temer para 2018

O governo pagou ainda US$ 3.044 pelos serviços de um intérprete e um fotógrafo e mais US$ 4.000 pelo aluguel de duas salas para reuniões e entrevistas. No total, sem incluir os dispêndios com deslocamento por avião e diárias dos servidores, a viagem de Temer a Istambul custou cerca de R$ 328 mil. Segundo a agenda oficial da época, o motivo da viagem foi uma participação na 2ª Conferência de Istambul sobre a Somália, na abertura do Fórum de Parceiros da Aliança das Civilizações, além de reuniões com autoridades. Os esses gastos foram pagos pelo Itamaraty, em Brasília, a partir de "solicitações de recursos" enviadas pelo embaixador Marcelo Jardim.

Na maioria dos casos, os custos de viagens internacionais não são divulgados porque são pagos pelas próprias embaixadas brasileiras, Contudo, quando as despesas extrapolavam a previsão inicial, os embaixadores solicitavam mais dinheiro ao Itamaraty. Em setembro de 2011, por exemplo, o cônsul-geral do Brasil em Nova York (EUA), Seixas Corrêa, teve de pedir US$ 45 mil (ou R$ 145 mil) para pagar uma empresa de aluguel de carros.

Nessa viagem, o Itamaraty reservou cinco noites de uma suíte luxo para Temer e sua mulher, Marcela, e mais dez apartamentos duplos e seis singles para a equipe de segurança. A agenda oficial previa que Temer participasse do 3º Fórum de Desenvolvimento Sustentável, criado pelo empresário Mario Garnero. Os valores das diárias não foram revelados. Após a estadia em Nova York, Temer fez uma viagem sentimental. Entre 18 e 22 de novembro de 2011, ele esteve em Beirute, capital do Líbano, e em Btaaboura, vilarejo do interior libanês onde seus pais nasceram. Os gastos também não foram divulgados.

Procurada pelo jornal, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República informou que Temer, quando vice-presidente, "sempre procurou economizar recursos públicos em seus deslocamentos ao exterior". A nota afirma que as equipes eram reduzidas e que a hospedagem priorizava estabelecimentos econômicos. "Além do que, em muitos países, a hospedagem era oferecida e paga pelo governo local, como é praxe diplomática", afirma o texto. Já o Ministério das Relações Exteriores disse que as informações sobre viagens do à época vice-presidente "são reservadas".

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 4 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 4 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros