"Ele encarava a vida de uma forma forte, alegre, empoderada" diz diretor de filme sobre Nei D'Ogum - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Luto24/08/2017 | 11h34Atualizada em 24/08/2017 | 18h23

"Ele encarava a vida de uma forma forte, alegre, empoderada" diz diretor de filme sobre Nei D'Ogum

Ativista social e religioso morreu na noite desta quarta-feira em Santa Maria

"Ele encarava a vida de uma forma forte, alegre, empoderada" diz diretor de filme sobre Nei D'Ogum Reprodução / Pé de Coelho Filmes/Pé de Coelho Filmes
Foto: Reprodução / Pé de Coelho Filmes / Pé de Coelho Filmes

A morte de um dos mais conhecidos ativistas sociais e religiosos de Santa Maria, na noite desta quarta-feira, deixou amigos e familiares em luto. A trajetória de Nei D'Ogum, 53 anos, ficou registrada no documentário Pobre Preto Puto, lançado em 2016, pela Pé de Coelho Filmes. 

Morre o ativista social e religioso Nei D'Ogum 

O diretor do curta-metragem, Diego Tafarel, de Santa Cruz do Sul, junto com a produtora Maiara Fantinel, vêm até Santa Maria nesta quinta-feira se despedir de Nei. 

– Foi muito aprendizado conviver com ele, porque o Nei tem uma história de vida que, além de muita luta, foi muito pesada. Quem conheceu ele sabe que ele encarava a vida de uma forma muito forte, muito alegre e empoderada. A gente mudou muito como ser humano depois de conhecê-lo – conta Tafarel. 


O filme, premiado no Festival de Gramado, foi gravado em pouco mais de quatro meses, em Santa Maria, entre o final de 2015 e início de 2016. O diretor, que teve a ideia de contar a vida de Vilnes Gonçalves Flores Júnior, nome de nascimento de Nei D'Ogum, conta como teve a ideia de fazer o curta. 

– Eu não escolhi contar sobre ele. Foi a história dele é que me escolheu. O conheci uns dois anos antes de gravar o documentário porque eu participei do projeto Dona Lila, um filme sobre a avó do Nei. Durante as gravações, a gente sempre ia para Santa Maria e ficava na casa dele. A gente ficou amigo, até um dia que conversei com ele e perguntei se queria que fosse contado um pedacinho de sua vida, um recorte. Ele aceitou, porque era um ativista que tinha muita voz – explica o diretor.

Nei está sendo velado na Capela 4 do Hospital de Caridade. O enterro será às 15h desta quinta, no Cemitério Ecumênico Municipal. 



 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMVÍDEO: Conheça Feijão e Amendoim, os famosos cães comunitários do Parque Itaimbé https://t.co/qOnoVahc6s #meupetépop https://t.co/jCPttn6kzFhá 7 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Anderson Daronco é escalado para penúltima rodada das Eliminatórias da Copa: https://t.co/D2cKKOzHFg @diariosm https://t.c…há 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros