Uma viagem pela era de ouro do rádio - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Coluna Cultura07/07/2017 | 15h01Atualizada em 07/07/2017 | 15h01

Uma viagem pela era de ouro do rádio

Colunista relembra as divas dos Anos Dourados

Nesta semana, em que estou imersa dos 1930 aos 1950, convido vocês a viajar comigo no período da Era de Ouro do Rádio.

Com inspiração nas antigas cantoras, famosas pelas rádionovelas e programas musicais de auditório me permiti fazer uma viagem em minhas raízes.

Filtrar em um só repertório importantes passagens da Era de Ouro do Rádio foi O DESAFIO já que estamos falando de um período marcante tanto para a história da música como para a cultura nacional.

"A luz do cabaré
Já se apagou em mim
O tango na vitrola
Também chegou ao fim

Parece me dizer
Que a noite envelheceu
Que é hora de lembrar
E de chorar."

(Tango para Tereza)

 

Diva máxima do rádio, Ângela Maria Foto: Reprodução / Reprodução

Essas vozes eternas que serviram de trilha para muitas paixões e aliviaram dores de amores desfeitos.  Me aventurei a interpretar as canções entoadas pelas cantoras do rádio, composições de grandes mestres da música popular brasileira.

Uma pesquisa rica, um universo cheio de histórias tristes, que marcaram a vida das grandes e valorosas cantoras que, no chamado Anos Dourados, foram elevadas ao status de ídolos nacionais.

"Mas, enquanto houver força no meu peito
Eu não quero mais nada
Só Vingança, vingança
E pra todos os santos
Clamar
Ela há de rolar qual as pedras
Que rolam na estrada
Sem ter nunca um cantinho de seu
Para poder descansar." 
(Vingança - Lupicínio Rodrigues)

 

Linda Batista Foto: Reprodução / Reprodução

Além de resgatar parte de um glorioso passado, o charme dos programas, o glamour do rádio, músicas e compositores que fizeram história, faço uma homenagem à trajetória das grandes divas

– Ângela Maria, minha "sapoti" a mais mais de todas
_ Linda Batista, a "Estrela do Brasil"
_ Dalva de Oliveira, a "Estrela Dalva" e sua melancolia gloriosa
_ Emilinha Borba, a "Favorita da Marinha"
_ Marlene, "A Maior" e "A Favorita da Aeronáutica"
_ Carmem Miranda, a "Pequena Notável"
_ Inezita Barroso, minha maior folclorista "Ela e sua viola"


As maiorais Foto: Reprodução / Reprodução

Divas do Rádio é uma festa aos saudosistas! Tem também o compromisso de servir de iniciação as jovens cantoras e fazer com que não se apague os anos de ouro do rádio brasileiro.

A investida nesse meio riquíssimo da história do rádio, sinto-me orgulhosa em executar canções que marcaram época no "éter", como diriam os bons e velhos locutores!

VIVA a Boa Música Brasileira

Um trecho do espetáculo Divas do Rádio em Santa Maria, Teatro Treze de Maio em 2015.

Espetáculo Divas do Rádio, Theatro Treze de Maio, Santa Maria/RS, maio 2015.
Música: "De Papo pro Ar" de Joubert de Carvalho e Olegário Mariano imortalizada por Inezita Barroso.
Músicos: Daniel Rosa, Diego Ciocari e Ricardo Vivian.
Imagens: Guilherme Spohr, Renan Casarin e Douglas Backes
Edição: Guilherme Spohr
Som: por Édipo Santos

 

 

 


 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCorpo de funcionário de universidade é encontrado em Santiago https://t.co/PkdN7kyyHK https://t.co/8kfjRZ9Qknhá 1 diaRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPM é condenado por morte de sem-terra durante desocupação de fazenda https://t.co/QwCdE7ezF7 https://t.co/mCqxKFUTEHhá 1 diaRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros