Só pra ver a lágrima feliz... uma homenagem a Flávio Hansen - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Opinião10/03/2017 | 13h31Atualizada em 12/03/2017 | 14h23

Só pra ver a lágrima feliz... uma homenagem a Flávio Hansen

Colunista de Cultura, Leonardo Gadea recorda um dos clássicos da música regionalista

Foto: Reprodução

Dia desses, chegando em Porto Alegre para trabalhar na #GeraçãodeConteúdo de mais uma edição do projeto #ClubedaEsquila, reencontro o cantor que, há exatos 20 anos, "rachava as caixinhas" de um mini-system da minha infância.

Chegando lá, tive um flashback.

Em 1997, eu ouvia pela primeira vez um álbum de música regional gaúcha. Fui pego desprevenido, quando compartilhando um CD Player com meu irmão mais velho, numa dessas idas e vindas do "radin", veio sem querer na bandeja o histórico álbum Estrada do cantor Flávio Hanssen. Acidentalmente, nascia um novo ouvinte do cancioneiro gaúcho, entre tantos preferidos daquela época. (Furacão 2000, Rock Brasil, o Surto, Raimundos, Engenheiros e Legião...)

Sabemos que a obra sempre chega antes do artista e, lá em 1997, a obra "Chamamecero" impactou profundamente meus sentidos de guri curioso do interior¿ Era uma estética diferente do que eu estava acostumado a ouvir. Mal sabia que por tanto tempo aquela música significaria tanto pra mim, afinal poucas coisas faziam sentido naquelas tardes pacatas para um "aborrescente" de um vilarejo na Fronteira Oeste. Mas me encontrava no poema e descobria naquela musicalidade as lindas tessituras das vozes de cantores terrunhos e contemporâneos do meu pago¿

Hoje a música Chamamecero é um grande clássico da música regional gaúcha.

Vejo que rola muito o questionamento sobre o que é um clássico?
Para mim, clássico é toda arte que massifica e finalmente transcende a pequena tribo que envolve o mundo (micro) do compositor. "Chamamecero" é uma dessas. 

Inbox, pelo Facebook, com o Mauro Moraes, autor da obra.
"Chamamecero" tem mais de 40 regravações, foi composta por mim em homenagem ao Luiz Carlos Borges; Este, quando ouviu pela primeira vez tocada por mim em sua casa, criou o arranjo na hora. Passamos uma tarde inteira tocando ela. Essa canção foi inscrita no Reponte da Canção em São Lourenço do Sul. Lá conquistou o primeiro lugar, mais popular, melhor arranjo, melhor letra, melhor instrumentista e sei lá mais o que, interpretada pelo Borges e Neto Fagundes, em 1994.

Quis trazer à tona o assunto desta obra em específico porque ela me emociona muito e também porque (ainda) escuto em algumas rodas de conversa, da boca de pessoas sem conhecimento de causa, dizendo: "Músico? Mas não trabalha?"

Entendo que, por vezes, não conheçamos a fundo a causa (y  luta) dos artistas e, nem temos obrigação. Mas não podemos dizer, nem mesmo permitir que digam, que não estamos trabalhando e que não há dignidade no fazer artístico.

Enfim, amigo(a) leitor(a), quando um filme, uma pirueta de um palhaço, a desconstrução de uma atriz em cena, um livro, uma tela ou uma música te emocionam, quanto vale a tua lágrima feliz?

Os artistas resistem ao seu próprio tempo; poucos desses têm a sorte, o empenho, o trabalho conjunto, em equipe, para, felizmente, terem suas criações massificadas (e isso não é ruim!).

Quem sabe daqui a 20 anos aquela "vizinha do bairro" nos diga: "Bah, mas persististe hein!?"
Vontade de dizer: "não mesmo, senhora, estamos há 20 anos trabalhando¿"

 Pedi (também inbox) pro amigo Márcio Grings umas considera(sensa)ções sobre a obra:

"Conheci "Chamamecero" pela versão do Bebeto Alves em "Mandando Lenha" (1997) e foi... emoção à primeira vista! A letra do Mauro e a interpretação do Bebeto promovem um casamento perfeito nessa música, que a cada nova audição, invariavelmente, me incentiva a fazer uma auto investigação instantânea dos meus sentimentos. Como se sempre fosse a primeira vez a escutá-la. Em 2015, ao ouvi-la pela "primeira vez" ao vivo, com Bebeto cantando num show (aqui em Santa Maria), não teve outra - as lágrimas vieram abaixo."

Dedico esta coluna ao amigo dos caminhos de canto bonito: Flávio Hansen.


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Riograndense conhece tabela da segunda fase da Terceirona Gaúcha: https://t.co/fjtaG0NRYM @diariosm @Naion_Curcino https:/…há 12 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPolícia Civil tem suspeitos para assassinato de cliente em minimercado https://t.co/z9XRxdMS8F https://t.co/8zpUV4bmDChá 17 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros