"Dona Cultura" - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Opinião17/02/2017 | 13h31Atualizada em 21/02/2017 | 11h43

"Dona Cultura"

Colunista Deborah Rosa coloca alguns pontos de interrogação para pensamos sobre a nossa relação com a Cultura 

O que queremos dela?
O que ela realmente representa para as pessoas?
O que entendemos dela?
Em primeiro lugar, mais que defini-la, devemos entender seu significado para a vida pessoal de cada um.

É um fator transformador da sociedade? Algo supérfluo para não se investir muito dinheiro?  
Diversão?
Ferramenta de lazer?
Ou forma de vida?

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Queridos, leitores. Depois dos questionamentos acima, convido-os a refletir comigo. Acredito que tudo depende de como ela, a "Dona Cultura" foi inserida na tua criação e a maneira como tu absorveste a presença dela.

Quem foi criado predominantemente dentro de alguma forma de arte, entende a "Dona Cultura" como um agregador de vários fatores fundamentais e transformadores, educacionais, de formação de emprego e geração de renda; torna fácil o ponto de vista de tê-la com  mais "valor".

Leonardo Gadea se apresenta aos leitores. Com seu jeito bem peculiar


Para quem não vive a "Dona Cultura" no dia a dia e a usa somente como instrumento de diversão (e não nos cabe julgamento), a impressão que passa é que  Cultura (e a Arte) são superficiais e supérfluas. É o primeiro setor a "ser cortado", "reduzido custos", "agregado a pastas outras"... enfim.

Mas, observando com cuidado a "Dona Cultura",  encarando-a corajosamente como CULTURA (até mesmo com um pensamento empresarial! Por que não?) veremos um investimento com resultados palpáveis e satisfatórios não só para seus proponentes, mas para toda a  sociedade.

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Transitando em grupos que fazem Cultura, que a entendem, que apenas se divertem e, até naqueles que desconhecem o que falo aqui, tenho uma certeza: graças a Deus não estou sozinha em pensar assim.

E, sobre este tema, há muito o que pesquisar, garimpar e apresentar à sociedade, até como forma de legitimação de trabalhos por vezes desconhecidos e histórias esquecidas. Gente que trabalha, se vira e faz a diferença na vida das pessoas por meio da CULTURA!  Ou faz, dessa mesma CULTURA, a diferença em suas vidas.

Você tem medo de musicais?, questiona Lúcio Pozzobom

Será uma aventura! Um verdadeiro garimpo de situações e vivências a resgatar. Personalidades da cultura local, experiências consagradas, projetos inovadores, surgimentos...

Vai ser interessante a nossa experiência.
Um VIVA meu pra vocês.

Foto: Ballet Ivone Freire / divulgação


>> A opinião manifestada em artigos assinados 
não expressa necessariamente a opinião do jornal

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMRT @pedrohpavan: Soldiers espera mais de duas mil pessoas na decisão de sábado em Santa Maria: https://t.co/krwQXcA7Sd @diariosm @Naion_Cur…há 11 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPostos de saúde de São G https://t.co/YXmMmEqIt5 abriel passarão a atender até as 22h https://t.co/EUoDQ4QPpthá 14 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros