Desapegar é tendência! Saiba como vender e comprar em Santa Maria  - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Moda14/02/2017 | 10h47Atualizada em 14/02/2017 | 12h20

Desapegar é tendência! Saiba como vender e comprar em Santa Maria 

Pela internet, pelo celular ou frente a frente: vender está na moda e garante uma renda extra

Desapegar é tendência! Saiba como vender e comprar em Santa Maria  Lucas Amorelli/DSM
Foto: Lucas Amorelli / DSM

De roupas a brinquedos. De móveis a eletrodomésticos. O fato é: se não tem mais serventia para você, pode ser útil para outra pessoa. Além disso, ganhar uma graninha extra não é nada mau, certo? Criadora do Bazar da Tay, a publicitária e blogueira Tayne Alcantara, 29 anos, descobriu outra satisfação além do prazer de comprar: o de vender. Tudo começou há cinco anos. Ela recebia amigas e vendia peças de roupa em sua casa. Tudo havia sido comprado por ela no impulso e sem necessidade.

– Às vezes, a gente compra sem precisar, em um momento de tristeza, de alegria, de carência, de TPM e, depois, nem usa a peça. Toda mulher tem algo no guarda-roupa que nunca foi usado – acredita.

VÍDEO: bar realiza o 1º Campeonato de Imagem e Ação de Santa Maria

Tay notou que o mercado do desapego era um nicho promissor e investiu seu tempo nisso. O bazar cresceu e ganhou novas contribuições. Então, além de vender seus excessos, Tay passou a revender as roupas que as amigas e familiares não queriam mais.Em março do ano passado, o Bazar da Tay ganhou uma grande edição, ao ar livre. E este ano, mais um passo foi dado: o bazar ganhou uma sede fixa. E além de comprar peças de qualidade por um valor acessível, os clientes ainda contam com uma assessoria fashion da blogueira de moda.

Atriz e cantora santa-mariense celebra 25 anos de carreira no palco e na TV


O empreendedorismo proporcionou a Tay uma nova visão sobre consumo. Ela agora levanta a bandeira do slow fashion e define sua ideia como um exemplo disso. – Slow fashion é um movimento sustentável, uma alternativa à produção em massa, que vem ganhando força. É investir em uma peça de roupa de qualidade, que vai durar mais tempo e, também, atentar se a produção não utilizou de mão de obra abusiva, material de má qualidade entre outros detalhes – explica a fashionista.

Para provar que é bom e barato comprar em Bazar, a Tay montou dois looks. Um que custou R$ 50 e outro que sairia por R$ 100. Confira!

No celular

Foto: Fernanda Ramos / DSM

Na infância, o passatempo favorito da nutricionista Patrícia Vianna, 30 anos, era brincar de Barbie. Por isso, em todas as ocasiões especiais, os familiares e amigos sabiam com o que presentear a pequena. Aos poucos, ela foi acumulando bonecas e móveis de brinquedo. E tudo continuava encaixotado até pouco tempo. Em vias de casar, Patrícia quis se desfazer de alguns brinquedos repetidos, que estavam ocupando espaço. Então, ela baixou o aplicativo OLX no celular e os colocou à venda.– Foi emocionante quando uma das crianças veio comprar as bonecas que eu anunciei. Vi o quanto ela ficou feliz. Percebi que os brinquedos que estavam ali guardados ainda poderiam fazer a alegria de uma criança – conta Patrícia, que está guardando o valor das vendas para futuras necessidades.


Grupos no Facebook


Existem vários grupos de venda e desapego relacionados a Santa Maria. Alguns, como o Brick de Tudo, têm mais de 85 mil seguidores. Milhares de pessoas utilizam o espaço para anunciar, vender e comprar os mais diversos objetos, roupas e serviços. Um dos usuários é o autônomo Pedro Ramos Gonçalves, 33 anos. Sua última publicação, no domingo passado, ofertava um sofá de dois lugares. Ele conta que já comercializou cama, colchão, bicicleta e peças de computador na rede social.– É um espaço bom que oferece muita variedade. Encontra-se, praticamente, de tudo ali. Além disso, é uma facilidade poder comprar sem sair de casa. Muita gente trabalha o dia todo e não consegue ir à loja. Os grupos facilitam – opina.

Onde vender e comprar:

No celular – Aplicativos como o OLX e o Mercado Livre ajudam a compradores e vendedores a encontrar o que procuram

No Facebook – Existem dezenas de grupos relacionados à cidade de Santa Maria e região, como o Brick de Tudo, o Desapegos da Moda e o Bom Negócio Santa Maria

Bazares – Há vários na cidade. Um dos próximos é o Outlet Novos e Usados, com dicas de moda de Camila Folleto. Será no dia 17 de fevereiro, às 17h, no Clube Caixeral. E o próximo Bazar da Tay será em 9 e 10 de março, no estacionamento da seguradora El Mundo (na Rua Tamanday, 506). A sede fixa do Bazar da Tay é no mesmo endereço

Brique da Vila Belga – A próxima edição será neste domingo, dia 19. Quem quiser vender algo no evento deve enviar seus dados (RG, CPF, endereço, telefone e e-mail) para a página do Facebook ou WhatsApp do organizador do evento, Kalu da Cunha Flores (55) 9 9146-2039


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMCondomínios já investem em espaço para convivência de pets em Santa Maria https://t.co/20SNfBZ62r https://t.co/MiTn2PQxAZhá 3 minutosRetweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPreço da gasolina pode subir de 7 a 10 centavos em Santa Maria https://t.co/JzI1qjy7NU https://t.co/uKle0oqG5whá 23 minutosRetweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros