Cronistas do Diário: "O disjuntor", por Diomar Konrad - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Opinião02/11/2016 | 07h15Atualizada em 02/11/2016 | 07h15

Cronistas do Diário: "O disjuntor", por Diomar Konrad

Cronistas do Diário: "O disjuntor", por Diomar Konrad Arte Rafael Guerra / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Arte Rafael Guerra / Agência RBS / Agência RBS

Na consulta, o sujeito explica seus sintomas:

– Doutor, eu não sei o que está havendo comigo. De uns dias para cá, tenho sentido umas tonturas, quedas de pressão, um desânimo, falta de vontade de fazer as coisas. Sempre fui muito ativo, doutor. Será que é por causa da idade? Será que estou me alimentando mal? Será que eu saio dessa, doutor?

– Calma, meu amigo. Pelo que entendi e lhe conheço, o senhor tem uma vida muito agitada, cheia de compromissos, parece que o dia é curto para fazer tudo.

– Sim, é verdade. Quando acordo de manhã, não sei se conseguirei terminar tudo que tenho que fazer. A pressão é muito grande e vem de todos os lados. Mas sempre lidei bem com isso. Agora é que parece estar descambando tudo.

– Seu problema é simples. Caiu o disjuntor.

– Como assim?

Leia mais textos dos cronistas do Diário 

– Toda pessoa possui uma espécie de disjuntor, que, assim como o disjuntor elétrico, cai quando se exige muito do corpo e da mente. Imagine ligar a máquina de lavar, a secadora, o micro-ondas e o chuveiro ao mesmo tempo. A maioria dos sistemas elétricos das casas não aguenta, e o disjuntor cai. É preferível que isso aconteça do que o sistema entre em curto-circuito.

– Acho que entendi...

– Esses sintomas que você está sentindo são os avisos do disjuntor interno dizendo que está na hora de parar um pouco, segurar a onda, relaxar mais, não pegar todas as responsabilidades para ti, não assumir o que não pode fazer, deixar de ser o paizão que resolve tudo pelos outros, não querer fazer tudo ao mesmo tempo; enfim, diminuir a carga. Se está no chuveiro, espere até terminar o banho para esquentar o café no micro-ondas. Somente depois deste estar desligado é que pode pensar em colocar roupas para secar.

– E o pior é que não tem como trocar o disjuntor, né?

– Não, cada um deve saber dos limites do seu. Sugiro que você vá para casa e tire alguns dias de folga.

– Mas, doutor... Logo agora que estou cheio de coisas para fazer. O senhor não teria, por acaso, um disjuntor de reserva?

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 5 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros