Em sintonia com a cultura, Programa Fazendo Arte celebra 20 anos de atividade - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Nas ondas do rádio  31/10/2016 | 20h30Atualizada em 31/10/2016 | 20h30

Em sintonia com a cultura, Programa Fazendo Arte celebra 20 anos de atividade

A apresentação é de Rejane Miranda que há duas décadas leva arte e informação por meio da Rádio Universidade 800 AM

Em sintonia com a cultura, Programa Fazendo Arte celebra 20 anos de atividade Jean Pimentel/Agencia RBS
Rejane  também é cantora e formada em Jornalismo e Relações Públicas Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS
Pâmela Rubin Matge
Pâmela Rubin Matge

pamela.matge@diariosm.com.br

Em 1996, quando tendências nacionais e internacionais invadiam as ondas de rádio sacudindo o mundo da música e da cultura – do protagonismo do hip hop à consolidação do Mangue Beat, de Chico Science & Nação Zumbi – a Rádio Universidade 800 AM estreava um programa que segue no ar: o Fazendo Arte

São duas décadas de transmissão para cerca de 100 municípios do Estado. A proposta, desde o começo das atividades, é divulgar, inserir e discutir os fazeres artísticos da cidade e região. Com entrevistas e blocos musicais, o programa é produzido e apresentado, também há 20 anos, por Rejane da Silva Miranda, 48 anos, uma apaixonada por rádio e entusiasta da arte em todas suas vertentes:

7 opções para aproveitar a véspera do feriado em Santa Maria

– Todos os dias e todas as entrevistas me estimulam. Já recebemos globais aqui, mas Santa Maria e a universidade são um celeiro de arte.

Assista ao vídeo:

No estúdio A, no alto do 10° andar da Reitoria da universidade, Rejane, que também é cantora e formada em Jornalismo e Relações Públicas pela UFSM, faz reverberar a arte ao tratar de temas que vão além da música. Junto dela, os convidados falam de projetos e percepções acerca de literatura, teatro, cinema, cultura popular, entre outros assuntos. Não é por acaso que o slogan do programa é "Quem faz arte faz bem".

Conforme a apresentadora, a liberdade editorial e o fato de a rádio ser uma concessão pública, sem a necessidade de comerciais, ajuda a fidelizar o público. Nos últimos 10 anos, o programa também conta com bolsistas da UFSM – Rejane se orgulha ao dizer que seu trabalho colabora na formação de futuros jornalistas.

Tradicional e inovador

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

Se a essência do Fazendo Arte se manteve em duas décadas, cristalizando uma rede de amigos, ouvintes e artistas, a instrumentalização de programadores e operadores precisou se adequar. A apresentadora lembra do uso diário da máquina de escrever, dos discos de vinil, do surgimento dos CDs até a rotina atual, em que tudo é feito em rede, por meio do computador.

Capital gaúcha será palco de gigantes do rock e do metal 

Mesmo imersa em um dos mais tradicionais meios de comunicação, Rejane diz que é alguém que olha para frente. Prática, não se apega a datas e afirma não viver de nostalgia, salvo quando o assunto é música. A propósito, em pleno feriado do Dia do Servidor Público, ela recebeu a reportagem do Diário. Eis, que durante a entrevista, a rádio saiu do ar por cerca 10 minutos. Rejane pediu licença, fez ligações telefônicas, testes e não sossegou enquanto não o problema não foi resolvido.

– Eu vivo de passado só em relação à música (risos). Pelo rádio, tenho fascínio. E porque ele soube se inovar é que está aí até hoje. O rádio não vai morrer – enfatiza a apaixonada pela radiofrequência.

Programa Fazendo Arte
Quando: segunda a sexta-feira, das 11h05min ao meio-dia
Onde: Rádio Universidade 800 AM, com apresentação de Rejane Mirandaz Informações: (55) 3220-9487  e na fanpage do programa


 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMulher é assassinada na região oeste de Santa Maria https://t.co/PjnX8VoQqu https://t.co/xgnVH6iXCChá 6 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMPelos trilhos, chegou o samba em Santa Maria https://t.co/sVGmCS0tNY https://t.co/ICHoOh2gYmhá 8 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros