De quinta a domingo, 22º Santa Maria em Dança movimenta a cidade - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Cultura07/09/2016 | 20h35Atualizada em 07/09/2016 | 20h36

De quinta a domingo, 22º Santa Maria em Dança movimenta a cidade

Em quatro dias, mais de 2 mil bailarinos vão se apresentar no palco montado no Centro Desportivo Municipal

De quinta a domingo, 22º Santa Maria em Dança movimenta a cidade Nicolas Sensão/StudioN
Rafael Peres, vencedor do festival no ano passado, fará a abertura deste ano, nesta quinta-feira Foto: Nicolas Sensão / StudioN

De hoje até domingo, os holofotes que prestigiam a arte estarão voltados para o palco montado no Centro Desportivo Municipal (CDM), iluminando a 22ª edição do Santa Maria em Dança, considerado o maior festival do gênero no interior do Estado. Em quatro dias, mais de 2 mil bailarinos, de 34 cidades, apresentarão mais de 150 coreografias. Além disso, há espetáculos programados com artistas convidados e workshops.

Confira a programação desta quinta-feira
Confira a programação desta sexta-feira
Confira a programação de sábado
* Domingo é a noite das coreografias campeãs 

De acordo com Paulo Xavier, presidente da comissão organizadora do Santa Maria em Dança, chegar à 22ª edição consecutiva de um grande festival é um desafio superado com muita dedicação e trabalho, em especial, nos últimos anos.
– Em função da crise, 2016 foi um ano duro, cheio de dificuldades. Mas, apesar dos desafios, o festival, em termos de números e coreografias, já é maior do que o do ano passado. Isso é surpreendente e só pode ser explicado pelo amor à dança. Afinal, os grupos gastam com inscrição, com viagem e com alimentação. Enfim, essa adesão é um sinal positivo – avalia Xavier.

O grupo de dança do Colégio Centenário apresenta a coreografia Olhos Curiosos e se apresenta nesta quinta-feira Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

Para a competição deste ano, o regulamento está mais democrático e inclui o nível júnior, entre o infantil e o infanto-juvenil. Outra novidade é que, nessa edição, os vencedores receberão medalhas, além dos troféus. Os dançarinos vão competir nas categorias balé clássico de repertório, balé clássico livre, dança do ventre, dança moderna, dança contemporânea, dança de salão, jazz dance, folclore, estilo livre e danças urbanas. A abertura do festival ocorre às 20h desta quinta-feira e conta com a apresentação do bailarino e coreógrafo Rafael Peres Koch (na foto), do Studio Bálance, de Montenegro.

O grupo Level Up apresenta a coreografia Marroquinos no sábado à noite Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS


Fórmula campeã

– A base é a dança do ventre, mas queria algo mais sombrio, pesado e mais ousado. Então, escolhi as músicas com batidas marcantes e adicionei movimentos de danças urbanas e dubstep. Nada que descaracterizasse minha dança do ventre, mas que desse aquele toque de modernidade. O suficiente para o pessoal ver que a dança do ventre é uma modalidade legal, linda, e que pode, sim, ter uma cara nova – explica o bailarino.

Como campeão de um dos maiores festivais de dança do Estado, Rafael arrisca-se a dar uma dica para quem quiser ter êxito nesse tipo de competição:
– Uma coreografia campeã deve ser criada com paixão e dançada com a alma.


Experiência inesquecível

Foto: Nicolas Sensão,Studio N / divulgação

Rafael conta que, no ano passado, veio sem ambições, apenas para participar do festival. Ele lembra que já estava muito feliz e realizado com o fato de se apresentar na noite dos campeões. Na ocasião, disse ter ficado surpreso e em êxtase quando foi anunciado como vencedor geral da competição.
– Foi um turbilhão de emoções. Acho que não tem como descrever a sensação. Foi um momento inesquecível. Por todo o empenho que eu dediquei no meu trabalho, por ter sido notado, por toda a energia que eu senti da galera que assistia, por todos que estavam comigo lá, ao vivo ou em pensamento. Foi um momento único para mim – revela, emocionado.
Além de fazer a abertura nesse ano, Rafael vai participar novamente das competições. Desta vez, no estilo livre. Para essa edição, ele promete uma surpresa, algo voltado para a sensualidade. Se tudo der certo, o bailarino vai dançar de salto alto.
O Santa Maria em Dança é uma realização da Associação dos Amigos do Balé de Santa Maria, com promoção da prefeitura e do governo do Estado.

 
 

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMBrigada Militar apreende 300 kg de carne em São Francisco de Assis https://t.co/3KxriyfNP6 https://t.co/BUrKqydgcphá 10 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMMPF instaura inquérito civil para investigar causas do acidente com avião da Chapecoense https://t.co/HWtEbVVBgw https://t.co/3cwYP3wtHYhá 12 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros