Velho é o teu avô! - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Opinião27/08/2016 | 05h59Atualizada em 27/08/2016 | 05h59

Velho é o teu avô!

" Não ficamos mais ranzinzas, só brigamos mais pelo que achamos certo, ora bolas!"

Velho é o teu avô! Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
José Otávio Binato

josebinato@terra.com.br

Quando meu pai tinha uns 50 anos, eu, carinhosamente, o chamava de "véio". Eu tinha vinte e poucos anos. Era um tempo em que a gente se achava, e eu era o tal. Por isso, aqueles cabelos brancos representavam, para mim, a velhice. Sempre que eu chegava em sua casa, disparava: "E aí, véio?". E ele sempre me respondia: "Velho é o teu avô!". Ríamos juntos, e ele me abraçava demonstrando todo seu carinho.

Leia mais crônicas

Os anos se passaram, o meu avô se foi, meu pai também já partiu. Agora, estou na porta. Agora, começo a perceber o que meu pai queria dizer quando respondia de pronto: "Véio é o teu avô!". Meu filho, até hoje, perpetua a frase que representa a condição que o tempo refere como velhice. Ninguém fica velho, essa é a verdade. Nosso corpo, com certeza, não é mais o mesmo. Algumas coisas são um pouco mais difíceis. Não ficamos mais ranzinzas, só brigamos mais pelo que achamos certo, ora bolas! Por que tenho que gostar do que os outros gostam? Qual o problema de tomar oito comprimidos por dia? Graças aos remédios, vamos vivendo uma vida bem legal.

Neste fim de semana, estou em Canela para uma jornada de psiquiatria. Dirigi durante sete horas na quinta-feira — claro que paramos na Lisaruth, em Santa Cruz do Sul, porque ninguém é de ferro. Volto neste domingo, com mais sete horas de viagem. Depois de muito chocolate quente, fondue, café colonial, passeios, descanso no Hotel Serra Nevada e conhecimentos atualizados. Enfim, tudo que o velho gosta, certo? Estou chegando aos 70 anos! Velho? Nem pensar!

É lógico que uma dorzinha na sambica ainda incomoda um pouco. Há uma preguiça para levantar de manhã e ir para o congresso e uma vontade de ficar por Gramado. Acho que, quando eu ficar velho, vou aproveitar mais ainda a vida que Deus me deu! Um psiquiatra me presenteou com essa definição de velho: "Velho é quem tem 15 mais que a gente"! Genial!

Na verdade, nunca envelhecemos. A nossa mente precisa ter o hábito de acreditar que o corpo tem lá suas dificuldades. Mas eu, o dono deste corpo, sempre serei um jovem. É só querer e começar. Na segunda-feira, trago chocolates deliciosos para vocês.

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSérie "Como assim, candidato?" entrevista Paulo Weller https://t.co/4sskaH3IdD https://t.co/oFYPixP7qihá 12 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMJovem é executado na frente da mulher em Cacequi https://t.co/f8ntYUbCbu https://t.co/5fR1nMbP3Mhá 13 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros