SPOILER ALERT: saiba tudo sobre o livro "Harry Potter e a criança amaldiçoada" - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Mundo bruxo04/08/2016 | 20h23

SPOILER ALERT: saiba tudo sobre o livro "Harry Potter e a criança amaldiçoada"

Repórter de ZH leu a versão em inglês da obra baseada no roteiro da peça 

SPOILER ALERT: saiba tudo sobre o livro "Harry Potter e a criança amaldiçoada" Harry Potter Publishing and Theatrical Rights/Divulgação
Jamie Parker (Harry), Sam Clemmett (Alvo Severo) e Poppy Miller (Gina) na peça Foto: Harry Potter Publishing and Theatrical Rights / Divulgação

A última vez que acompanhamos Harry, Rony e Hermione nas páginas dos livros já faz quase uma década. Na Plataforma 9 3/4, os bruxos estavam enviando os herdeiros para a tradicional escola de magia e bruxaria — a até então despedida da saga de J.K. Rowling mostrava como estava o trio dezenove anos depois da Batalha de Hogwarts. E é justamente desse ponto que parte a história de Harry Potter e a criança amaldiçoada (ZH já leu o volume inédito e, se você não quer spoilers, é bom parar por aqui). O livro lançado no último domingo, em inglês (o lançamento em português será em 31 de outubro, pela editora Rocco), retoma a cena derradeira de As relíquias da morte e não demora a confirmar: não se engane, Harry, sua cicatriz vai voltar a doer.

Baseado na peça de teatro, a obra não é um romance. O que você vai encontrar é o roteiro do espetáculo escrito por Jack Thorne, criado em conjunto com J.K. Rowling e John Tiffany — está aí a justificativa para o texto não ser muito compatível com o estilo da escritora britânica. Ou seja: divisão por cenas, foco nos diálogo e poucos detalhes — principalmente sobre os aspectos psicológicos dos personagens. Com ritmo acelerado, a história é focada em Alvo Severo Potter, o filho do meio de Gina e Harry. Carregar o peso do sobrenome é difícil para o garoto de 11 anos. Diferente do irmão mais velho, Tiago, Alvo não se acha parecido com o pai e se sente deslocado no mundo. O relacionamento dele com Harry é frio: não há cumplicidade, mas muito ressentimento.

Veja vídeo com comentários do livro

Leia também:
"Harry Potter e a criança amaldiçoada" tem lançamento do livro em 31 de julho
Pottermania revive em múltiplas plataformas
Evento reúne fãs para celebrar lançamento do novo livro de "Harry Potter"

Regulando em faixa etária com Alvo, está Rosa, filha de Rony e Hermione. Até poderia ocorrer uma reedição do trio Granger, Potter e Wesley em Hogwarts, mas ficamos longe disso. Quem vira o braço direito de Alvo é alguém com sobrenome inesperado: Malfoy. Escórpio, filho de Draco, é uma das gratas surpresas do livro — às vezes, chega a ganhar espaço como protagonista. A amizade entre eles é um resultado dos problemas de aceitação — e bullying — que ambos sofrem. E essa aproximação foi natural: eles estão na mesma casa, a Sonserina (sim, Alvo vai para a Sonserina!), não gostam de quadribol e se sentem reprimidos pelos olhares julgadores dos demais colegas.

O enredo ganha contornos de aventura quando Alvo e Escórpio decidem fazer justiça: a ideia é usar um Vira-tempo e salvar Cedrico Diggory da morte, afinal, ele era um inocente. A ideia mirabolante é alimentada por Delphi, suposta prima de Diggory e que, ao lado do tio, Amos, pretende trazer o bruxo de volta à vida. Mas, como era de se esperar, as coisas acabam não saindo como o planejado — e o desenrolar da história tem direito a efeito borboleta (um fato do passado que altera o futuro estabelecido), mais atritos entre pai e filho e até uma aproximação de Draco e Harry.

Na prática, a história tem uma construção frágil. Não há necessariamente questões "erradas", mas alguns aspectos vagos — a própria profecia que dá liga à história parece dispensável a certa altura da trama. No fim, o livro acaba funcionando mais como uma fonte de memória afetiva aos fãs da saga, além de trazer alguns presentes aos leitores. Hermione se torna a ministra da magia, representando o poder feminino de uma filha de trouxas reconhecido em um universo cheio de preconceitos — no teatro, isso se soma à escolha de uma atriz negra para interpretar a personagem. Outra boa lembrança são as passagens com personagens antigos e momentos marcantes, como o Torneio Tribruxo, já que o Vira-tempo é muito usado na trama.

Aliás, se fosse possível, acredito que esse seria o artefato escolhido pelos pottermaníacos para existir no mundo real. Enquanto lemos o livro, a vontade é mesmo de voltar ao tempo de criança para descobrir toda a saga outra vez.

Leia outras notícias de entretenimento em ZH


 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM"Eu acordei com uma ligação, e disseram que meu filho estava morto", diz pai de taxista https://t.co/6Y3vjZRVZ3 https://t.co/ZDFROJLMYFhá 3 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSanta Maria ganhará novo cursinho pré-vestibular https://t.co/FjzfzfdOin https://t.co/8RU8TyJudehá 7 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros