Homem que percorre as Américas a cavalo passa por Santa Maria  - Cultura e Lazer - Diário

Versão mobile

Aventura 09/08/2016 | 07h33Atualizada em 09/08/2016 | 11h08

Homem que percorre as Américas a cavalo passa por Santa Maria 

Filipe Masetti Leite pretende chegar ao "fim do mundo" em abril de 2017

Homem que percorre as Américas a cavalo passa por Santa Maria  arquivo pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal
Alessandra Noal

Especial

Conhecido como Cavaleiro das Américas, o jornalista Filipe Masetti Leite, 29 anos, está viajando desde abril com as companheiras Life e Doll, suas éguas. O percurso envolve o Rio Grande do Sul, Argentina, Uruguai e Chile. Ele saiu de Barretos (SP), e pretende chegar, em abril de 2017, ao ¿fim do mundo¿: Ushuaia, na Patagônia, Argentina. A cidade é apelidada assim por ser a mais sul do planeta.

VÍDEO: Cavalo debilitado tomba na Rua Serafim Valandro

Essa é a segunda viagem que o cavaleiro realiza. A primeira, do Canadá para o Brasil, levou dois anos e três meses. A jornada, de 16 mil quilômetros, durou 803 dias. Leite conta que sempre foi apaixonado por cavalos. A motivação para pegar a estrada nasceu quando ele ainda era criança.

Assista ao vídeo

– Meu pai sempre lia a história de um aventureiro que cavalgou durante dois anos e meio. Era meu sonho de vida fazer algo semelhante – diz.

Carro atinge poste e assusta motoristas no bairro Itararé

Leite pesquisou e viu que era possível viajar com os animais, sem mal tratá-los. Ele conta ainda que, ao chegar da aventura, ficou por um ano, escrevendo um livro, intitulado Longa Jornada, que será lançado em dezembro. A história é uma mistura das suas viagens e relatos da sua vida. Nessa segunda longa viagem, Leite percorre 30 quilômetros por dia, e, reveza entre as duas éguas.

O cavaleiro partiu com um objetivo admirável: arrecadar fundos para doar às crianças com câncer do Hospital do Câncer de Barretos (SP).  

Greve do Detran prejudica 650 provas teóricas nas regiões Central e Fronteira Oeste do RS

– Eu conheci o hospital e fiquei muito impactado e emocionado com a história das crianças e decidi que precisava fazer alguma coisa para ajudar. Por que não fazer outra viagem? – conta.

Partindo dessa ideia, Filipe arrumou as malas e partiu. Além da arrecadação, ele leva o conhecimento sobre a prevenção e a importância do diagnóstico precoce do câncer infantil. Até agora, o jornalista de aventura já percorreu dois mil quilômetros e arrecadou 20 mil para doação. Além disso, lançou uma linha de botas e selas, em que metade do valor das vendas é destinado para o hospital.  

Assembleia discute alterações para flexibilizar a Lei Kiss

Sobre a sua passagem pelo Rio Grande do Sul, Leite destaca que está amando a oportunidade de conhecer a cultura dos gaúchos.

– Me identifiquei ainda mais com o Sul, devido ao amor que o povo tem pelos cavalos. Aqui, o cavalo é um Deus. Hoje em dia, está muito difícil esse relacionamento entre as pessoas e os animais – fala.

A próxima parada do aventureiro é Santana do Livramento (RS). 

 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário SM no Twitter

  • diariosm

    diariosm

    DiárioSM"Eu acordei com uma ligação, e disseram que meu filho estava morto", diz pai de taxista https://t.co/6Y3vjZRVZ3 https://t.co/ZDFROJLMYFhá 15 horas Retweet
  • diariosm

    diariosm

    DiárioSMSanta Maria ganhará novo cursinho pré-vestibular https://t.co/FjzfzfdOin https://t.co/8RU8TyJudehá 19 horas Retweet

Veja também

Diário de Santa Maria
Busca
clicRBS
Nova busca - outros